A relação entre os canais de transferência de conhecimento das Universidades/IPPS e o desempenho inovativo das firmas no Brasil

Priscila Gomes de Castro, André Luiz da Silva Teixeira, João Eustáquio de Lima

Resumo


O presente artigo objetiva estudar a interação universidade-empresa no Brasil, focando na relação entre os canais de transferência de conhecimento das universidades e IPPs (Institutos Públicos de Pesquisa) e o desempenho inovativo das firmas. Para tanto, utilizaram-se dados de 314 empresas respondentes de um survey conduzido no Brasil, relacionado à interação universidade-empresa. A partir da estimação de um modelo probit bivariado, percebeu-se que, no geral, alguns canais de transmissão de conhecimento de universidades e IPPs apresentam relação positiva com o desempenho inovativo das firmas no Brasil. Nas categorias de canais, aqueles ligados às atividades informais e ao licenciamento tiveram relação direta com a probabilidade de inovação de produto, enquanto apenas os canais ligados às atividades informais mostraram uma relação positiva com a probabilidade de inovação de processo.


Palavras-chave


Interação Universidade-Empresa; Canais de Transmissão de Conhecimento; Inovação; Probit Bivariado

Texto completo:

PDF


##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM




Licença Creative Commons
Este obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 3.0 Brasil

UNICAMP 

ISSN Eletrônico: 2178-2822
ISSN Impresso: 1677-2504
Revista Brasileira de Inovação - Departamento de Política Científica e Tecnológica/Instituto de Geociências - UNICAMP
Caixa Postal 6152 - CEP 13083-870 - Campinas - SP - Brasil - rbi@ige.unicamp.br - Tel (19) 3521-5167 / Fax (19) 3521-4555