Potencialidade do NDVI para mapeamento do estado de conservação em APP nas BH dos rios Butuí e Icamaquã

Autores

  • Anderson Luiz Godinho Belem Instituto Federal Farroupilha
  • Raquel Mendes Rodrigues Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1823

Palavras-chave:

Conservação em APP. Rio Uruguai. Fronteira Oeste

Resumo

O Índice de Vegetação da Diferença Normalizada (NDVI) é uma relevante ferramenta para compreender a distribuição e a maturidade da vegetação de modo geral. Porém, no contexto agropecuário pode gerar um produto capaz de analisar dentre outras coisas, o respeito às áreas de preservação permanentes (APP). Este trabalho busca compreender o estado de conservação de APPs nas bacias hidrográficas do rio Butuí e do rio Iquamaquã, afluentes diretos do rio Uruguai, ambas localizadas no oeste do Rio Grande do Sul. Para realização do trabalho foi utilizada imagem LANDSAT/TM8, do verão de 2017, o processamento ocorreu no software QGIS2.12 gerando um NDVI da área. A pesquisa, em fase inicial, mostra o respeito às APPs em cursos da água maiores, enquanto que nos afluentes de menor ordem há maiores impactos e desrespeito à legislação. Concluí-se que o NDVI é uma ferramenta válida para o procedimento sendo necessários ajustes voltados a identificação da vegetação nativa.

Biografia do Autor

Anderson Luiz Godinho Belem, Instituto Federal Farroupilha

Docente, Instituto Federal Farroupilha,

Raquel Mendes Rodrigues, Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná

Referências

AB’SÁBER, A. N. Os Domínios de Natureza no Brasil. São Paulo: Ateliê Editoriais, 2003.

BRASIL. Lei 12.651, de 25 de maio de2012. Disponível em: planalto.gov.br. Acesso 26/03/2017.

FEPAM. Diretrizes da Silvicultura por Unidade de Paisagem e Bacia Hidrográfica. Porto Alegre: Secretaria Estadual de Meio Ambiente, 2010.

IBGE. Censo Agropecuário. Brasília: Governo do Brasil. 2016.

IBGE. Manual Tecnico da Vegetacao Brasileira. 1. ed. Rio de Janeiro: Governo do Brasil, 1992.

ROBAÍNA, L. E. DE S. et al. Atlas Geoambiental De São Borja-RS. 1. ed. Santa Maria: LAGEOLAM, 2007.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Bacias Hidrográficas e Recursos Hídricos: Análise, Planejamento e Gestão