Uso das terras e remanescentes do cerrado da microrregião do Vale do Rio dos Bois – GO: uma análise das mudanças na paisagem

Autores

  • Hellbia Samara Moreira de Carvalho Rodrigues Universidade Federal de Goiás
  • Selma Simões de Castro Docente do Instituto de Estudos Sócio Ambientais

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1894

Palavras-chave:

Meio ambiente. Paisagem. Mudanças de uso do solo. Fragmentação

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar as mudanças na paisagem da microrregião do Vale do Rio dos Bois (MRVRB) situada no Sul do estado de Goiás com base num recorte temporal de 28 anos, através de uma análise comparativa do uso das terras e remanescentes do Cerrado de 1985 e 2013, mapeados com auxílio de ferramentas de sensoriamento remoto e geoprocessamento em ambiente Sistema de Informação Geográfica (SIG). O estudo permitiu observar uma grande mudança na estrutura dos remanescentes de Cerrado, os quais se tornaram fragmentados em consequência do aumento das áreas de uso antrópico associado à expansão da fronteira agrícola e expansão da cana-de-açúcar, respectivamente.

Biografia do Autor

Hellbia Samara Moreira de Carvalho Rodrigues, Universidade Federal de Goiás

Doutoranda em Geografia do Instituto de Estudos Sócio Ambientais

Selma Simões de Castro, Docente do Instituto de Estudos Sócio Ambientais

Universidade Federal de Goiás

Referências

ABDALA, K.; CASTRO, S.S. Dinâmica de uso do solo da expansão sucroalcooleira na Microrregião Meia Ponte, estado de Goiás, Brasil. In VI SEM. LATINO-AMERICANO DE GEOGRAFIA FÍSICA, Portugal, maio de 2010. Anais. Disponível em http://www.uc.pt/fluc/cegot/VISLAGF/actas/tema3/klaus. Acesso em 02 de julho de 2010.

AB´SABER, A. N. Os domínios de natureza no Brasil: potencialidades paisagísticas. 4ª ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2007.

CASTRO, S.S. de; ABDALA, K; SILVA, A; BORGES, V. A expansão da cana-de-açúcar no cerrado e no estado de Goiás: Elementos para uma análise espacial do processo. Boletim Goiano de Geografia. Goiânia, 2010.

EMBRAPA. Sistema Brasileiro de Classificação de solos. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2013.

INPE - Instituto Espacial de Pesquisas Espaciais TerraClass Cerrado, Projeto TerraClass Cerrado Mapeamento do Uso e Cobertura Vegetal do Cerrado - 2015.

INPE - Instituto Espacial de Pesquisas Espaciais. Disponível em http://www.dsr.inpe.br/laf/canasat/ > acesso em 10 jan. 2013.

KLINK, C. A.; MACHADO, R.B. Conservation of the Brazilian Cerrado. Conservation Biology.v. 19, 707 -713. 2005.

LATRUBESSE, E. M.; CARVALHO, T. M. Geomorfologia do Estado de Goiás e Distrito Federal. Secretaria de Industria e Comércio. Superintendência de Geologia e Mineração. Goiás, 2006.

MARTINS, É. da S.; REATTO, A.; JUNIIOR, O. A. de C. Ecologia da Paisagem: conceitos e aplicações potenciais no Brasil. Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2004. 35p. –(Documentos Embrapa Cerrados, ISSN 1517-5111; 121).

MENDONÇA, Francisco. Geografia Física: ciência humana? . 7ª ed. São Paulo: Contexto, 2001.

MIZIARA, F.; FERREIRA, N C. Expansão da fronteira agrícola e evolução da ocupação e uso do espaço no Estado de Goiás – subsídios à política ambiental. In: GUIMARÃES, L. F. (Org.) A encruzilhada socioambiental: biodiversidade, economia e sustentabilidade no cerrado. Goiânia: Editora da UFG, 2008.

PROBIO - Projeto de Conservação e Utilização Sustentável da Diversidade Biológica Brasileira. Relatório de atividades. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2002.

RIBEIRO, J. F.; WALTER, B. T. As Principais Fitofisionomias do Bioma Cerrado. In: SANO, S. M.; ALMEIDA, S. P. de.;

RIBEIRO, J. F. R. (Ed.). Cerrado: Ecologia e Flora. Brasília, DF: Embrapa Informações Tecnológicas; Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2008. v. 1, P. 151-212.

RODRIGUES, H. S. M. de C.; CASTRO, S. S. de. Avaliação da expansão recente da cana-de-açúcar em solos frágeis na microrregião do Vale do Rio dos Bois-GO. In: CASTRO, S. S. de; HERNANI, L. C. e (Org). Solos Frágeis – Caracterização, Manejo e Sustentabilidade Brasília, DF: Embrapa, 2015.

ROSS, J. L. S. Ecogeografia do Brasil: Subsídios para planejamento ambiental. 1ª ed. Oficina de Textos, São Paulo, 2006.

SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4. ed. São Paulo: EDUSP, 2004.

SAUER, C. O. A Morfologia da Paisagem. In: Paisagem, tempo e cultura – (Org) CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. 2ª ed. Rio de Janeiro: UERJ, 2004.

TROLL, C. Paisagem Geográfica e sua Investigação. In: Espaço e Cultura. N2. Rio de Janeiro: UERJ, NEPEC, 1996.

VESENTINI, J.W. Geografia, natureza e sociedade. 4ª ed. São Paulo: Contexto, 1997.

VITTE, A. C. Da Natureza da Metafísica à Gênese da Geografia Física Moderna. In: VITTE, A. C. e (Org). Contribuições à história e a epistemologia da geografia. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007. 294p

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Uso e ocupação das terras e legislação ambiental