Análise do uso do solo urbano e da expansão urbana influenciada pela indústria cerâmica em Santa Gertrudes (SP)

Autores

  • Helton Henrique Alvarinho Universidade Estadual Paulista
  • Andréia Medinilha Pancher Universidade Estadual Paulista
  • Lucimari Aparecida Franco Garcia Rossetti Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1897

Palavras-chave:

Uso do solo urbano. Expansão urbana. Geoprocessamento

Resumo

O presente estudo teve por objetivo analisar o uso do solo urbano e a expansão da cidade no contexto do perímetro urbano de Santa Gertrudes, influenciados pela atividade ceramista do polo cerâmico Santa Gertrudes. Para o propósito, realizou-se consistente embasamento teórico e metodológico sobre a temática e a área de estudo, bem como foram elaborados mapeamentos relativos ao uso do solo urbano dos cenários de 1995 e de 2010, com apoio nas geotecnologias. Como resultados, ressalta-se que a atividade cerâmica tem exercido considerável influência no processo de expansão urbana e industrial de Santa Gertrudes. No período analisado, os usos que apresentaram maior crescimento foram: industrial (de 4% para 11%), residencial (de 7,1% para 12%) e vegetação (de 4% para 6,6%); também, o uso do solo que apresentou maior redução foi cultura (de 50,6% para 35,9%).

Biografia do Autor

Helton Henrique Alvarinho, Universidade Estadual Paulista

Departamento de Planejamento Territorial e Geoprocessamento

Andréia Medinilha Pancher, Universidade Estadual Paulista

Departamento de Planejamento Territorial e Geoprocessamento

Lucimari Aparecida Franco Garcia Rossetti, Universidade Estadual Paulista

Centro de Análise e Planejamento Ambiental

Referências

ALVARINHO, H. H. O uso das Geotecnologias para Análise de Expansão Urbana de Santa Gertrudes/SP. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geografia), Rio Claro: IGCE/UNESP, 2016.

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DAS CERÂMICAS DE REVESTIMENTO. Dados do Polo Cerâmico Santa Gertrudes SP. Disponível em: http://www.aspacer.com.br. Acesso em: junho de 2016.

BAENINGER, R.; PERES, R. G. Metrópoles Brasileiras no Século 21: Evidências do Censo Demográfico de 2010 – Toledo, Informe Gepec, v.15, número especial, 2011.

CANO, W.; SEMEGHINI, U. C.; ARAÚJO, A. R. F. Análise regional do setor de serviços no Estado de São Paulo. In: SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Planejamento e Gestão. Fundação SEADE. Diagnósticos setoriais da economia paulista: setores de indústria e serviços. São Paulo: SEADE, 1992. (Coleção São Paulo no Linear do Século XXI, v.3).

GARCIA, L. B. dos R. O Passado e o Presente: Santa Gertrudes Seu Povo e Sua História. Rio Claro, 2003.

IBGE. Censo Demográfico de 2010. Disponível em: www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php. Acesso: junho de 2016.

MARTINE, G.; MCGRANAHAN, G. A transição urbana Brasileira: trajetórias, dificuldades e lições aprendidas. In: BAENINGER, R. (Org.). População e Cidades subsídios para o planejamento e para as políticas sociais. - Campinas: Núcleo de Estudos de População-Nepo/Unicamp; Brasília: UNFPA, 2010, p. 11-24.

SANTOS, M. A Urbanização Brasileira, 5ª ed., 2. Reinpr. Edusp, São Paulo, 2009.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Uso e ocupação das terras e legislação ambiental