Interpretação da dinâmica fluvial em um trecho canalizado do ribeirão dos poços e seus desdobramentos: uma contribuição aos estudos da paisagem em escala de detalhe na cidade de Poços de Caldas-MG

Autores

  • Thomaz Alvisi de Oliveira /Instituto Federal do Sul de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1906

Palavras-chave:

Drenagens. Urbanização. Processos geomorfológicos

Resumo

Drenagens condicionadas ao advento da urbanização tem seu equilíbrio rompido e os fluxos de energia e matéria reorganizados, culminando na instalação ou reativação de processos geomorfológicos ao longo do leito e junto às porções marginais. Este estudo é uma a interpretação da dinâmica fluvial de uma drenagem canalizada e retilinizada, em um trecho de 3,8 quilômetros de extensão, inserido no contexto urbano do município de Poços de Caldas-MG. As considerações aqui apresentadas referem-se à resposta sistêmica da drenagem diante das alterações decorrentes da urbanização e aos desdobramentos desse ajuste no que toca aos processos erosivos e deposicionais envolvidos, entendidos aqui como trabalho fluvial visando a retomada do padrão original e consequentemente, de seu perfil de equilíbrio. As reflexões que seguem embasam estudo que vem sendo desenvolvido em âmbito municipal e que atenta para a relação existente entre o crescimento da cidade e o desencadeamento de proceossos geomorfológicos.

Biografia do Autor

Thomaz Alvisi de Oliveira, /Instituto Federal do Sul de Minas Gerais

Curso de Geografia

Referências

CARUSO JR. R. Memória de Poços de Caldas. Disponível em: http://www.memoriadepocos.com.br/search/label/Mem%C3%B3ria%20Fotogr%C3%A1fica. Acesso em 03 de mar. 2017.

CENTRO DE NACIONAL DE ALERTA E MONITORAMENTO DE DESASTRES NATURAIS. Estações Hidrológicas. Disponpivel em: http://150.163.255.234/salvar/graficos/cemaden/hidro/hidrologica_interativo.html?est=8787&uf=MG. Acesso em: 15 de mar. 2017.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. São Paulo; Blucher, 1980.

CUNHA, S. B. Canais fluviais e a questão ambiental. In: CUNHA, S. B; GUERRA, A. J. T. G. (Org.). A questão ambiental: diferentes abordagens. Rio de Janeiro: Bertrand Basil, 2003. Cap. 7.

ELLERT, R. Contribuição à geologia do maciço alcalino de Poços de Caldas. Bol. Fac. Filos. Ciênc. Let. Univ. São Paulo, 237, Geologia 18, p. 1-64, 1959.

OLIVEIRA, T. A. Ótica Geográfica orientada à análise da paisagem urbana de Poços de Caldas (MG): expressão e funcionamento. In: ANDRADE, A. C.; ANDRADE, A. E. N. (Org.). Cidades em Movimento. Jundiaí: Paco Editorial, 2013. Cap-2.

OLIVEIRA, T. A. Implicações sobre a ocupação urbana no município de Poços de Caldas-MG: as precipitações, a topografia e os processos desencadeados. In: XV SIMPÓSIO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA FÍSICA APLICADA, 15, 2013, Vitória. Anais...Vitória: UFES, 2013. v. 1, p. 63 - 71.

SARDINHA, D. S. ; PENA, Y. T. L.; TIEZZI, R. O.; ALMEIDA, M. C. J . Base de dados de desastres naturais no município de Poços de Caldas/MG: ferramenta para o planejamento e a gestão territorial. Urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana , v. v9, p. 303-317, 2016.

TRICART, J. Ecodinâmica. Rio de Janeiro: IBGE/Diretoria Técnica/SUPREN, 1977.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Uso e ocupação das terras e legislação ambiental