Desafios e perspectivas na recuperação de áreas de extração de argila no cerrado

Autores

  • Ralph Barbosa Rodrigues Alves Universidade Federal de Goiás
  • Idelvone Mendes Ferreira Universidade Federal de Goiás
  • Thaís Abadia Barbosa Rodrigues Alves Figueiredo Universidade Federal de Uberlândia
  • Rosirlene Lopes Da Cruz Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1937

Palavras-chave:

Cerrado. Equilíbrio ambiental. Adubação verde

Resumo

Empreendimentos que envolvem a remoção do solo causam profundas modificações no equilíbrio ambiental dos ecossistemas, sendo importante o teste de hipóteses que modifique as características químicas e físicas do subsolo remanescente. O Brasil possui uma das maiores biodiversidades, e grande parte dela encontra-se no bioma Cerrado, que possui suas especificidades ambientais. Havendo alterações nesse bioma, no caso a remoção de argila, é necessário a revisão dos sistemas de recomposição do extrato orgânico para a formação de um camada superficial de solo, pois o uso de mecanismos que proporcionem melhorias nas características químicas e físicas, como a semeadura de gramíneas e leguminosas (culturas que possuem menor exigência nutricional), são capazes de se desenvolverem em ambiente desfavorável e produz biomassa, proporcionando a cobertura orgânica do subsolo exposto e condições favoráveis ao desenvolvimento de outras espécies (nativas), mais exigentes nutricionalmente.

Biografia do Autor

Ralph Barbosa Rodrigues Alves, Universidade Federal de Goiás

Mestranda em Geografia  na Universidade Federal de Goiás - UFG – Regional Catalão

Idelvone Mendes Ferreira, Universidade Federal de Goiás

Professor Dr. em Geografia Universidade Federal de Goiás  - UFG – Regional Catalão

Thaís Abadia Barbosa Rodrigues Alves Figueiredo, Universidade Federal de Uberlândia

Graduação em Agronomia na Universidade Federal de Uberlândia

Rosirlene Lopes Da Cruz, Universidade Federal de Goiás

Mestranda em Geografia  na Universidade Federal de Goiás - UFG – Regional Catalão

Referências

ALVIM FILHO, A. C. Desafios e perspectivas de P&D na geração de energia elétrica. Revista Pesquisa e Desenvolvimento da ANEEL - P&D, Brasília, v.1, n.3, p.12, 2009.

BONONI, V. L. R., Controle ambiental de áreas verdes. In: PHILIPPI JÚNIOR, A., ROMERO, M. A., BRUNA, G. C., Curso de gestão ambiental. Barueri: Manole, 2004. cap. 6, p. 213-255.

BOSSOI, L. J., GUAZELLI, M. R., Controle ambiental da água. In: PHILIPPI JÚNIOR, A., ROMERO, M. A., BRUNA, G. C., Curso de gestão ambiental. Barueri: Manole, 2004. cap. 3, p. 51-99.

BRAGA, G. N. M. Carbono Orgânico Total (COT) Determina Qualidade do Solo. Agricultura Sustentável/Meio Ambiente. Disponível em: < http://agronomiacomgismonti. blogspot.com.br/2011/10/carbono-organico-total-cot-determina.html>. Acesso em: 19 Jan. 2016.

CECHIN, A. A natureza como limite da economia: a contribuição de Nicholas Georgescu-Roegen. São Paulo: Editora Senac, 2010. 264 p.

CORRÊA, R. S.; BENTO, M. A. B. Qualidade do substrato minerado de uma área de empréstimo revegetada no Distrito Federal. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 34, n. 4, p. 1435-1443, 2010.

D’ALTERIO, C. F. V.; VALCARCEL, R. Medidas fisico-biológicas de recuperação de áreas degradadas: “avaliação das modificações edáficas e fitossociológicas”. In: VI JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA. Resumos..., Rio de Janeiro: UFRRJ, 1996 p. 52.

DOURADO, M.C.; SILVA, T.R.B.; BOLONHEZI, A.C. Matéria seca e produção de grãos de Crotalaria juncea L. submetida à poda e adubação fosfatada. In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. Scientia Agricola, v.58, n.2, p.287-293, 2001.

FERREIRA, I. M. O Afogar das veredas: uma análise comparativa espacial e temporal das veredas do Chapadão de Catalão (GO). 2003. 242 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2003. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/104459>. Acesso em: 27 jul. 2016, 09:22:00.

FRANCO, A. A.; BALIERO, F. de C. The Role of biological nitrogen fixation in land reclamation, agroecology and sustainability of tropical agriculture. In: ROCHA-MIRANDA, C.E., (Ed.). Transition to global sustainability: The contribution of brazilian science. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Ciências, p.209-234, 2000.

HALL, S. L. BARTON, C.D. BASKIN, C.C. Topsoil seed bank of an oak-hickory forest in eastern Kentucky as a restoration tool on surface mines. Restoration Ecology, Washington, v. 18, n. 6, p834-842, 2010.

HORN, H. S. Nutrient cycling in tropical forest ecosystems. Chichester, John Wiley. 1974. 190p.

JORDAN, C. F. Amazonian rainforests: Ecosystem disturbance and recovery. New York, Springer, 1987. 133p.

LASTE, K.C.D. Seleção de estirpes de rizóbio eficientes na fixação biológica de nitrogênio para leguminosas com potencial de uso na recuperação de áreas mineradas. 2008. 23 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Engenharia Florestal) – Instituto de Florestas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Seropédica, 2008.

LONGO, R. M.; RIBEIRO, A. I.; MELO, W. J. Recuperação de solos degradados na exploração mineral de cassiterita: biomassa microbiana e atividade da desidrogenase. Bragantia, Campinas, v. 70, n. 1, p. 132-138, 2011.

MACHADO, R.B., M.B. RAMOS NETO, P.G.P. PEREIRA, E.F. CALDAS, D.A. GONÇALVES, N.S. SANTOS, K. TABOR E M. STEININGER. Estimativas de perda da área do Cerrado brasileiro. Relatório técnico não publicado. Conservação Internacional, Brasília, DF. 2004.

MACHADO, R. L.; MOREIRA, J. F.; FARIA, S. M. de. Seleção de estirpes de rizóbio para leguminosas com potencial de uso na recuperação de áreas degradadas. In; Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 29., 2003, Ribeirão Preto. Resumos... Botucatu: SBCS, 2003. 4 p. CD ROM.

MENDONÇA, R. C. et al. Flora vascular do Cerrado. In: SANO, S. M.; ALMEIDA, S. P. Cerrado: ambiente e flora. Planaltina: EMBRAPA-CPAC, 556 p. 1998.

MONIZ, A. C. et al. Elementos de pedologia. Rio de Janeiro: LTC, 1972.

PHILIPPI JÚNIOR, A., SILVEIRA, V. F., Saneamento ambiental e ecologia aplicada. In: PHILIPPI JÚNIOR, A., ROMERO, M. A., BRUNA, G. C., Curso de gestão ambiental. Barueri: Manole, 2004. cap. 2, p. 19-52.

RATTER, J. A.; RICHARDS, P.W.; ARGENT, G.; GIFFORD, D. R. Observações adicionais sobre o cerradão de solos mesotróficos no Brasil central. In: Ferri, M. G. (editor) IV Simpósio sobre o cerrado. São Paulo, Editora da Universidade de São Paulo, p 306-316, 1977.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Solos e Paisagens