Utilização de tecnologias de geoinformação no ensino de geografia

Autores

  • Claudionor Alves Santa Rosa (Faculdade de Tecnologia Victor Civita-FATEC Tatuapé)

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1955

Palavras-chave:

Google Maps. Google Earth. Geografia. Aplicativos informatizados

Resumo

O processo de ensino-aprendizagem de geografia sofreu um forte impacto positivo nas últimas décadas com o advento do uso de sistemas de informação geográfica e os aplicativos informatizados como o Google Maps e o Google Earth. No entanto, ainda não utilizados nas salas de aula. Este trabalho tem como objetivo aplicar as tecnologias de informação e comunicação e de sistemas de informação geográfica no ensino de geografia, com a utilização de aplicativos informatizados. Assim, no presente trabalho concluiu-se que existe a possibilidade a partir da diversidade, interdisciplinaridade e transversalidade das mais diversas áreas do conhecimento, buscando dar significado ao aprendizado escolar, incentivando-o ao raciocínio e a capacidade de aprender, de forma sistêmica, unindo as diversas áreas de conhecimento adquiridos em sala de aula com levantamentos práticos de campo.

Biografia do Autor

Claudionor Alves Santa Rosa, (Faculdade de Tecnologia Victor Civita-FATEC Tatuapé)

Centro Estadual de Educação Tecnologia Paula Souza

Referências

AZAMBUJA, Leonardo Dirceu de. O Livro didático e o ensino de geografia no Brasil. Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 4, n. 8, p. 11-33, jul./dez., 2014.

BENTO, Izabella Peracini. Ensinar e aprender geografia: pautas contemporâneas em debate. Revista Brasileira de Educação Geográfica, Campinas, v. 4, n. 7, p. 143-157, jan./jun., 2014.

BRASIL. Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Secretaria de Educação Básica – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006. 135 p. (Orientações curriculares para o ensino médio; volume 2). ISBN 85-98171-43-3.

GIROTTO, Eduardo Donizeti. Ensino de geografia e raciocínio geográfico: as contribuições de Pistrak para a superação da dicotomia curricular. Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 5, n. 9, p. 71-86, jan./jun., 2015.

MORAIS, Eliana Marta Barbosa de. As temáticas físico-naturais nos livros didáticos e no ensino de Geografia. Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 4, n. 8, p. 175-194, jul./dez., 2014.

PEREIRA, Francisco Ielos Faustino. O ensino de geografia e as novas tecnologias: as perspectivas dos jogos eletrônicos como recurso metodológico. Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 2, n. 4, p. 173-191, jul./dez., 2012.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Globalização e as Ciências Sociais. 3ª ed. São Paulo. Cortez, 2005.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geografia Física: Currículo, Formação e Práticas de Ensino