Geologia geral nos cursos de geologia e geografia: uma cooperação possível

Autores

  • Rafael Celestino Soares Universidade Federal do Ceará
  • Laryssa Sheydder de Oliveira Lopes Universidade Federal do Ceará
  • Osmanda Moura Souza Universidade Regional do Cariri
  • Maria Rayssa Vieira Antunes Universidade Regional do Cariri

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1973

Palavras-chave:

Ensino superior. Geografia Física. Prática de ensino. Rocha

Resumo

O curso de graduação em Geografia exerce diálogos com as Ciências Humanas, Exatas e da Terra, ideia que sugere aproximação estratégica com outros cursos. Analisando o desenvolvimento da disciplina ‘Geologia Geral’, no Curso de Geografia da Universidade Federal do Ceará, identificou-se uma ausência de práxis (inexistência de laboratórios e de aulas de campo) e alunos pouco motivados. Objetivando promover o ensino efetivo de temas geológicos no Curso de Geografia, foi proposta a cooperação de um curso de área afim em uma ação bastante simples. Os bolsistas do Programa de Pós Graduação em Geologia foram mediadores entre o curso que precisava de apoio e aquele que poderia ofertar esse apoio. Assim, solicitou-se ao Departamento de Geologia a liberação de um laboratório e a disponibilização de monitores para as aulas da disciplina ‘Geologia Geral’ do Departamento de Geografia. A partir das mudanças, observou-se aumento da motivação e melhor rendimento dos alunos.

Biografia do Autor

Rafael Celestino Soares, Universidade Federal do Ceará

Doutorando em Geologia, Universidade Federal do Ceará.

Laryssa Sheydder de Oliveira Lopes, Universidade Federal do Ceará

Doutoranda em Geografia, Universidade Federal do Pernambuco.

Osmanda Moura Souza, Universidade Regional do Cariri

Graduada em Biologia, Universidade Regional do Cariri.

Maria Rayssa Vieira Antunes, Universidade Regional do Cariri

Graduanda em Geografia. Universidade Regional do Cariri.

Referências

CAPRA, F. O ponto de mutação: a ciência, a sociedade e a cultura emergente. São Paulo: Círculo do Livro, 1982. 449p.

DEMO, P. Conhecimento moderno: sobre ética e intervenção do conhecimento. 4ª ed. Petrópolis: Vozes, 2001. 318p.

FERREIRA, M.G.V.X. O ensino de geologia aos não geólogos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 36, Natal, Anais, SBG: 1990. 538-543.

HESSEL, M.H.R. A Paleontologia na universidade: um desafio didático. In: SIMPÓSIO SOBRE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE GEOCIÊNCIAS NO 3º GRAU, Campinas, Anais, UNICAMP: 1990. 49-57.

LIMA, E.C.L. Os labirintos de um novo olhar. In: F.B. OLIVEIRA & M.L. FORTUNATO (eds) Ensaios: construção do conhecimento, subjetividade, interdisciplinaridade. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB: 2001. 51-65.

LUCKESI, C. et al. Fazer universidade: uma proposta metodológica. São Paulo: Cortez, 2000. 232p.

MORIN, E. Complexidade e transdisciplinaridade: a reforma da universidade e do ensino fundamental. Natal: EDUFRN, 1999. 58p.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 2ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001. 128p.

MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002. 350p.

OLIVEIRA, F.B. Conhecimento, ética e arte. In: F.B. OLIVEIRA & M.L. FORTUNATO (eds) Ensaios: construção do conhecimento, subjetividade, interdisciplinaridade. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB: 2001. 33-50.

PIAGET, J. Ensaios de lógica operatória. Porto Alegre: Globo, 1976. 172p.

PORTOCARRERO, V. (org.) Panorama do debate acerca da ciência. In: Filosofia, Historia E Sociologia Das Ciencias 1: abordagens contemporâneas. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 1998. 268p.

SANTOS, B.S. Um discurso sobre as ciências. 4ª ed. São Paulo: Cortez, 1988. 94p.

SANTOS, B.S. A crítica da razão indolente. 6ª ed. São Paulo: Cortez, 2007. 415p.

SANTOS, M. Por uma Geografia nova: da crítica da Geografia a uma Geografia crítica. 6ª ed. São Paulo: EDUSP, 2008. 285p.

SEEMANN, J. Mapas e percepção ambiental: do mental ao material e vice-versa. Olam Ciência e Tecnologia. Rio Claro, 3(1): 2003. 200-223.

SIQUEIRA NETO, A.C. Desafio e entusiasmo como estratégia de aprendizagem. Páginas Abertas, São Paulo, 26: 2006. 14-16.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geografia Física: Currículo, Formação e Práticas de Ensino