O uso do perfil geoecológico da aldeia indígena Kyikatêjê como proposta no ensino de geografia física

Autores

  • Elson Pereira de Almeida Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
  • Melry Carla Alves Ribeiro Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
  • Maria Rita Vidal Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.1997

Palavras-chave:

Paisagem. Perfil geoecológico. Meio ambiente. Ensino de geografia

Resumo

O perfil geoecológico constitui-se como uma técnica de interpretação integrada das condições ambientais, sendo esta uma ferramenta para análises e diagnósticos sobre a paisagem. O presente trabalho tem por objetivo apresentar o perfil geoecológico da aldeia indígena Kyikatêjê como uma proposta de ensino de geografia na referida aldeia. Sendo elaborado com a o auxílio e uso das tecnologias de informações geográficas, o software CorelDraw como ferramenta de edição e elaboração do desenho para se construir o perfil geoecológico. A contribuição do perfil se mostra como auxilio para construção de materiais didáticos a serem utilizados nas aulas de geografia física na escola da respectiva aldeia. A elaboração do perfil geocologico possibilitou uma análise mais precisa da paisagem local e a compreensão da dinamica natural e social, subsidiando futuros trabalhos no ensino de geografia física.

Biografia do Autor

Elson Pereira de Almeida, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

ICH/Faculdade de Geografia

Melry Carla Alves Ribeiro, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

ICH/Faculdade de Geografia

Maria Rita Vidal, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

ICH/Faculdade de Geografia

Referências

DINIZ, A.; Furlan, S. A. Relações entre classificações fitogeográficas, fitossociologia, cartografia, escalas e modificações sócio-culturais no parque estadual de campos do jordão. In: Revista do Departamento de Geografia, FFLCH-USP, São Paulo, n 12, p. 123-61. 1998.

FURLAN, S. A. Técnica de Biogeografia. In: VENTURI, L. A. B. (Org.) Praticando Geografia: técnicas de Campo e laboratório. São Paulo: Oficina de Textos, 2009.

Jarvis, A., H.I. Reuter, A. Nelson, E. Guevara, 2008, Hole-filled SRTM for the globe Version 4, available from the CGIAR-CSI SRTM 90m Database. Disponível: acesso: 31. Out. 2016

LEVIGHIN, S. C.; VIADANA, A. G. Perfis Geo-ecológicos como técnica para os estudos das condições ambientais. Sociedade & Natureza. Uberlândia, 14 e 15 (26 a 29), p. 5-14, 2002/2003.

MASCARENHAS, A. L. S.; VIDAL, M. R. O Uso do Perfil Geoecológico para a Representação da Paisagem: Uma Metodologia Útil em Campo?. In: XV Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, 2013, Vitória-ES. Anais dos Trabalhos Científicos. Vitória: Departamento de Geografia. CCHN. UFES., 2013. v. 1. p. 754-761.

MONTEIRO. C. A. F. Geossistema: a história de uma procura. São Paulo, Contexto, 2000.

RICARDO, C. A. (Org.). Povos Indígenas no Brasil. São Paulo: CEDI, 1985.

RODRIGUEZ, J. M. M. Análise e síntese de abordagem geográfica de pesquisa para o planejamento ambiental. Revista do Departamento de Geografia de FFLCH/USP. São Paulo: v.9. 1994.

RODRIGUES; J. M. M.; SILVA, E.V.; CAVALCANTI, A. P.B. Geoecologia das paisagens: uma visão geossistêmica da análise ambiental.Fortaleza, EDUFC, 2004.

FERNANDES, R.F. Educação escolar Kyikatêjê: novos caminhos para aprender e ensinar. 2010. 215f.

Dissertação (Mestrado em Direito) – Instituto de Ciências Jurídicas- ICJ, Universidade Federal do Pará, Belém, 2010.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geografia Física: Currículo, Formação e Práticas de Ensino