Pular o muro da escola para mirar o mundo por lentes: o que se ensina e o que se aprende com a percepção ambiental na geografia

Autores

  • Edimilson Mota Universidade Federal Fluminense
  • Thaysa Barbosa de Souza Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2005

Palavras-chave:

Geografia escolar. Educação ambiental. Percepção ambiental. Fotografia

Resumo

Considerando a Educação Ambiental uma prática política, acredita-se que o aluno pode se revestir e se investir pela cidadania ao se conscientizar da importância social ao conhecer e contribuir para a qualidade de vida do meio ambiente. Pois, contribuir significa se comprometer para exercer direitos e deveres relativos aos cuidados sociais que cerca o cidadão na sua relação com o meio. O presente estudo buscou investigar a percepção ambiental de alunos de escolas da cidade de Campos dos Goytacazes - RJ, moradores do subdistrito de Guarus, para saber o ponto de vista de cada um, sobre as questões relevantes com relação ao seu espaço social-ambiental. Para isso, partiu-se do princípio de que cada um tem diferente forma de observar e de relacionar com o seu espaço-distrito, e com o seu lugar de convivência social. Para fazer o levantamento sobre a percepção ambiental que cada estudante tem com o seu lugar, foram utilizados alguns procedimentos metodológicos para a descrição e a análise dos dados. Um dos instrumentos utilizados foi o registro fotográfico, pois, acredita-se que, a fotografia oferece possibilidades ao observador ao permitir captar elementos imagéticos sobre o meio ambiente que são indispensáveis para a sua leitura. 

Biografia do Autor

Edimilson Mota, Universidade Federal Fluminense

Departamento de Geografia

Thaysa Barbosa de Souza, Universidade Federal Fluminense

Departamento de Geografia

Referências

ARAÚJO Ronaldo de Souza; AGUIRRE Camila Ayres Ferreira. Espaços Públicos: Áreas verdes em Campos dos Goytacazes e São João da Barra – RJ. Revista Científica Perspectiva Online, Rio de Janeiro,v.5,2013.Disponível em: <http://www.seer.perspectivasonline.com.br/index.php/humanas_sociais_e_aplicadas/article/view/40 > Acessado em: 02 de março de 2016.

BANHARA, Geraldo Donizete. A utilização das novas tecnologias no ensino de geografia, Paraná,17p. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2125-8.pdf> acesso em:07/06/2014.

BRASIL. Lei nº 9.795, de 27 de Abril de 1999.Educação Ambiental, 1999. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9795.htm. Acessado em: 11/06/2016.

CAMPOS DOS GOYTACAZES. Plano Diretor. Lei 7.972, de 31 de março de 2008. Campos dos Goytacazes: Câmara Municipal, 2008

CARNEIRO, Pereira Auner; AZEREDO, Fillipe Gogoy; LEANDRO, Wiara Pessanha. Desenvolvimento Urbano e efetividade dos instrumentos urbanísticos na concepção do direito à cidade: Reflexões jurídicas acerca do Plano Diretor de Campos dos Goytacazes. 1988-2005. (Relatório Final apresentado ao Programa de Fomento à Pesquisa da Fundação Estadual do Norte Fluminense, como Requisito essencial para o cumprimento dos deveres institucionais relacionados aos projeto e comento. - Fundação Estadual do Norte Fluminense ( FENORTE), Rio de Janeiro, 2006.

Disponível em: < http://fdc.br/Arquivos/Mestrado/GruposPesquisa/DesenvMunicipal/RelatorioFenorte.pdf. Acessado em: 15 de maio.2016

CARVALHO, I. C. de M. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. 3. Ed. São Paulo: Cortez, 2008. IBGE (Instituto Geografia e Estatística). Cidades. Disponível em: < http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil > Acesso em: 13 de maio.2016.

CRUZ, Vianna da José Luis. Projetos Nacionais, Elites locais e Regionalismo: desenvolvimento e dinâmica territorial no Norte

Fluminense. Tese (Doutorado em Planejamento Urbano e Reginal)- Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2003.

Disponível em: <http://www.puro.uff.br > Acesso em: 13 de maio.2016.

FERREIRA, A.A. Produção de materiais didáticos para a diversidade: Patrimônio e práticas de memória numa perspectiva interdisciplinar. Brasília: UFMG, 2000, p.109-135.

FREIRE,Paulo. Pedagogia da Autonomia. 44.ed. São Paulo: Villas Letras,2013.p.15-52.

GÂMBERA,José Leonardo Homem de Melo.Geografia e fotografia: Articulando imagem pela palavra. 2013. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade de São Paulo,2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br > Acesso em: 10 de Abril.2016

IDEB RESULTADOS E METAS, INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Disponível em: < http://ideb.inep.gov.br/resultado> Acesso em: 10 de maio.2016.

LOUREIRO, Carlos Frederico B. Fundamentos da Educação Ambiental: retomando o debate. in: Trajetória e fundamentos da Educação Ambiental. São Paulo:Cortez,2004.p.19-59.

MARTINS,José de Souza. A fotografia e a vida cotidiana: ocultações e revelações. in:_Sociologia da fotografia e da imagem. 2.ed. São Paulo: Editora Contexto, 2011, p.33-62.

MANSANO,Cleres do Nascimento. A Escola e o Bairro: Percepção Ambiental e interpretação do espaço de alunos do Ensino Fundamental. 2006. Dissertação(Programa de Pós graduação em Educação para a Ciência e o Ensino de Matemática)- Universidade Estadual de Maringá, 2006.

Disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/GEOGRAFIA/Dissertacoes/2006_cleres_do_nascimento_mansano.pdf > Acesso em: 20 jun.2016.

MONTEIRO, Rafael de Melo; PESSÔA, Vera Lúcia Salazar. Entre poderes, discursos imagens: a análise do discurso e as fotografias como técnicas de investigação das relações de poder no Assentamento Olga Benário em Ipameri/GO. in: MARAFON, Glaucio José; RAMIRES, Julio Cesar de Lima; RIBEIRO, Miguel Angelo; PESSÔA (falta elementos aqui)

REIGOTA, M. O que é educação ambiental. São Paulo: Brasiliense, 2009.

REIGOTA, M. Educação Ambiental: fragmentos de sua história no Brasil. In: Noal, F.O, Reigota, M. e Barcelos, V. H. L. (Orgs). Tendências da Educação Ambiental Brasileira. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 1998. p. 11- 25.

PENTEADO,H. D. Meio Ambiente e Formação de Professores. 4.ed. São Paulo:Cortez,2001. p.53-98.

PEQUENA história de Guarus. Almanarque de Campos, Campos dos Goytacazes-Rio de Janeiro, 2014. Edição especial.

Disponível em: <http://bibliotecavirtual.camaracampos.rj.gov.br> Acesso em: 13 de maio.2016.

SABINO e SIMÕES 2013 Geografia e Arqueologia: Uma visão do Conceito de Rugosidades de Milton Santos. Disponível em : https://www.academia.edu/4144352/Geografia_e_Arqueologia_uma_vis%C3%A3o_do_conceito_de_Rugosidades_de_Milton_Santos

SANTOS, M. O espaço do cidadão. São Paulo: Nobel, 2000.

SILVA,Osório Peixoto. 500 anos dos Campos dos Goytacazes. ed. Campos dos Goytacazes,Rio de Janeiro:Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima,2003.

SOFFIATI,Arthu. As lagoas do Norte Fluminense. 1.ed. Campos dos Goytacazes: 2013. p.17-68

TUAN,Yi-Fu. Topofolia- um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel,1980.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geografia Física: Currículo, Formação e Práticas de Ensino