Eventos extremos na calha do Rio Solimões: um estudo de caso da ocorrência de cheias e vazantes na Ilha do Careiro da Várzea-AM.

Autores

  • Thayanne Lisboa Rios Fundação de Pesquisa em Manaus Amazonas
  • Jônatas de Araújo Matos Fundação de Pesquisa em Manaus Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2045

Palavras-chave:

Bacia Amazônica. Comunidade ribeirinha. Eventos extremos. Ilha do Careiro

Resumo

Eventos climáticos extremos vêm se repetindo com espaço temporal muito curto na Bacia Amazônica. Cheias e vazantes na Bacia Amazônia geram impactos nas comunidades situadas às margens das planícies de inundação, por isso o enfoque da pesquisa foi dado aos eventos de cheias e vazantes e seu intervalo temporal que compreende de 2005 à 2015, dando ênfase ao evento de cheia de 2009 na Ilha do Careiro, município de Careiro da Várzea-AM, onde a pesquisa foi desenvolvida. Buscou-se realizar uma abordagem analítica acerca dos eventos de cheias e vazantes em duas comunidades no Careiro da Várzea-AM, identificando as consequências ambientais, sociais e econômicas dos fenômenos de cheias e vazantes severas às comunidades ribeirinhas do município de Careiro da Várzea (AM) e descrever os mecanismos utilizados pelos moradores das comunidades para tentar mitigar os impactos produzidos pelas cheias e vazantes. Foi realizado levantamento bibliográfico, idas a campo e trabalho de gabinete.

Biografia do Autor

Thayanne Lisboa Rios, Fundação de Pesquisa em Manaus Amazonas

Graduanda em Engenharia Ambiental e Sanitária (Faculdade Fucapi).

Jônatas de Araújo Matos, Fundação de Pesquisa em Manaus Amazonas

Professor mestre da Faculdade Fucapi.

Referências

Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). Relatório da vazante 2012 (gerenciamento da vazante Manaus evento 2012).

CUNHA, Sandra Baptista da; GUERRA, Antônio Teixeira (org.). Geomorfologia - uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994.

CUNHA, Sandra Baptista da; GUERRA, Antônio Teixeira. Degradação ambiental. In: Geomorfologia e meio ambiente. GUERRA, Antônio

Teixeira; CUNHA, Sandra Baptista da (org.). 10ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

GUERRA, Antônio Teixeira. GUERRA, Antônio José Teixeira. Novo dicionário geológico-geomorfológico. 9ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese do município. Disponível em <http://cidades.ibge.gov.br/v3/cidades/municipio/1301159> acessado em 13/02/2017.

LIMA, H.N; TEIXEIRA, W.G; SOUZA, K W de. Os solos da paisagem de várzea com ênfase no trecho entre Coari e Manaus. In: Comunidades Ribeirinhas amazônicas: modos de vida e uso dos recursos naturais. EDUA, 2007.

MATOS, Jônatas de Araújo. CURSINO, Alcirene Maria da Silva. Caracterização geomorfológica das “terras-caídas” em área de várzea na comunidade Miracauera, Careiro da Várzea-AM. In: Revista Geonorte, Edição Especial, V.1, Nº 4, p.515 – 525, 2012.

NOGUEIRA, Amélia Regina Batista. Percepção e representação gráfica: a “Geograficidade” nos mapas mentais dos comandantes de embarcações no Amazonas. Tese de doutorado. USP, São Paulo, 2001.

PALMIERI, Francesco. LARACH, Jorge Olmos Iturri. Pedologia e Geomorfologia. In: Geomorfologia e meio ambiente. GUERRA, Antônio Teixeira; CUNHA, Sandra Baptista da (org.). 10ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

SOARES, L.C. de. Hidrografia. In: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Geografia do Brasil, Região Norte, Rio de Janeiro, 1977.

STERNBERG, Hilgard O'Reilly. A água e o homem na várzea do Careiro. 2.ª ed. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 1998. 330 p.

TOCANTINS, Leandro. O rio comanda a vida. – uma interpretação da Amazônia. 9ª Ed. – Manaus: Editora Valer. Edições Governo do Estado, 2000.

VALES, Roseilson do; FILIZOLA, Naziano; SOUZA, Rodrigo. A cheia de 2009 na Amazônia Brasileira: uma análise preliminar. (s/d).

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades