Mudanças do clima ou na condição da cobertura e uso do solo próxima às estações meteorológicas (?)

Autores

  • Diego Tarley Ferreira Nascimento Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2049

Palavras-chave:

Mudanças. Clima. Estações meteorológicas. Cobertura

Resumo

Considerando-se o crescimento das cidades, muitas estações anteriormente localizadas em áreas rurais se encontram atualmente incorporadas às áreas urbanas, refletindo algumas tendências de aumento ou declínio dos elementos climáticos. O presente trabalho tem por objetivo averiguar a condição da cobertura e uso do solo próxima às estações meteorológicas, tendo como recorte amostral a rede de estações meteorológicas (convencional e automática) do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Para tanto, as estações meteorológica foram interceptadas por imagem de luzes noturnas estabilizadas na superfície, classificadas em áreas urbanas, semiurbanas e não urbanas. Do total de 710 estações meteorológicas do INMET, 381 estão localizados em áreas urbanas (53,7%), 254 em áreas semiurbanas (35,8%) e 75 em áreas não urbanas (10,6%), indicando que os dados meteorológicos registados atualmente sofram a influência de zonas urbanizadas. Contudo, essa proporção varia entre as regiões brasileiras e, principalmente, entre as estações do tipo convencional e automática. 

Biografia do Autor

Diego Tarley Ferreira Nascimento, Universidade Estadual de Goiás

Departamento de Geografia, Universidade Estadual de Goiás – Campus Iporá

Referências

DUBREUIL, V. Clima e Teledetecção: uma abordagem geográfica. Revista Brasileira de Climatologia, v. 1, n. 1, p. 76-99, 2005.

ROZANTE, J. R.; MOREIRA, D. S.; GONÇALVES, L. G. G. DE.; VILA, D. D. Combining TRMM and Surface Observation of Precipitation: technique and validation over South America. Weather and forecasting, v. 25, 885-894, 2010.

SU, F.; HONG, Y.; LETTENMAIER, D. P. Evaluation of TRMM multisatellite precipitation analysis (TMPA) and its utility in hydrologic prediction in the La Plata basin. Journal of Hydrometeorology, v. 9, p. 622-641, 2008.

YANG, J. et al. The role of satellite remote sensing in climate change studies. Nature Climate Change, v. 3, p. 875-886, 2013.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades