Monitoramento dos processos erosivos por voçorocamento na bacia do Rio Bacanga, São Luís/MA

Autores

  • Gilberlene Serra Lisboa Mestranda em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA.
  • José Fernando Rodrigues Bezerra Professor do Departamento de Geografia da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA
  • Marly Silva de Morais Mestranda em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão- UEMA

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2068

Palavras-chave:

Monitoramento. Bacia hidrográfica. Voçorocas

Resumo

A pesquisa tem como objetivo apresentar os resultados sobre o monitoramento da erosão nas cabeceiras das voçorocas identificadas. Os procedimentos metodológicos constaram de: Levantamento bibliográfico; Trabalho de campo; e Monitoramento. Foram identificadas diferentes feições erosivas na bacia do Bacanga como as voçorocas da Vila Industrial II, Torres, e CEPROMAR. Neste sentido, realizou-se o monitoramento baseado na proposta de Guerra (1996) que utiliza estacas colocadas ao redor das voçorocas; trena para fazer mensurações da distâncias até a borda da feição erosiva e bússola de geólogo (tipo Brunton) para obtenção da orientação das medidas. Os resultados do monitoramento das estacas nas voçorocas indicam que as cabeceiras estão mais ativas principalmente no processo erosivo Torres, onde o voçorocamento está mais acelerado na estaca 1 ponto C evoluindo 2,59 m; na Vila Industrial II na estaca 1 no ponto A progrediu 1,60 m e na voçoroca CEPROMAR na estaca 1 no ponto A avanço de 1,45m.

Biografia do Autor

Gilberlene Serra Lisboa, Mestranda em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA.

Departamento de Geografia

José Fernando Rodrigues Bezerra, Professor do Departamento de Geografia da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA

Departamento de Geografia

Marly Silva de Morais, Mestranda em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão- UEMA

Departamento de Geografia

Referências

ARAUJO, G. H. S.; ALMEIDA, J. R.; GUERRA, A. J. T. Gestão Ambiental de Áreas Degradadas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

BACCARO, C. A. D. Processos erosivos no Domínio do Cerrado. In: GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S. da. BOTELHO, R. G. M. (Org.). Erosão e conservação dos solos – conceitos, temas e aplicações. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012. Cap. 6, p. 195-227

BERTONI, J. & LOMBARDI NETO, F. Conservação do solo. 7. ed. Ícone: São Paulo, 2010.

BEZERRA, J. F. R. Geomorfologia e Reabilitação de Áreas Degradadas por Erosão com Técnicas de Bioengenharia de Solos na Bacia do Rio Bacanga, São Luís – MA. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Programa de Pós Graduação em Geografia, Rio de Janeiro, 2011. p, 249

CANTALICE, J. R. B.; CASSOL, E. A.; REICHERT, J. M.; BORGES, A. L. de O. Hidráulica do escoamento e transporte de sedimentos em sulcos em solo franco-argilo-arenoso. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 29, n. 4, p. 597-607, 2005.

CASTRO, S.S.; BARBALHO, M.G.S.; MARINHO, G.V.; CAMPOS, A.B.; SALOMÃO, F.X.T.; VECHIATTO, A. Condicionantes hidrológicos, geomorfológicos, pedológicos e de uso e manejo dos solos na circulação hídrica e processos de voçorocamento na alta bacia do rio Araguaia (GO/MT). In: COUTO, E. G.; BUENO, J. F. (Ed.). Os (Des) caminhos do uso da água na agricultura brasileira. Cuiabá: Ed. UFMT/SBCS, 2004. p.408-448.

DOMINGUES, E. N.; ROSSI, M.; MATTOS, I. F. A.; ABE, K.; KITADA, M. Tipologia e distribuição dos processos erosivos na microbacia do ribeirão Água da Cachoeira, em Paraguaçu Paulista, SP. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 22, n. 1, p. 141-149, mar. 1998.

FEITOSA, A. C. Dinâmica dos Processos geomorfológicos da área costeira a nordeste da ilha do Maranhão. Tese (Doutorado). Rio Claro: IGCE - Cp – UNESP, 1996. p. 249

GUERRA, A. J. T. e BOTELHO, R. G. M. Características e propriedades dos solos relevantes para os estudos pedológicos e análise dos processos erosivos. Anuário do Instituto de Geociências. V. 19, p 93-114, 1996.

GUERRA, A. J. T.; BOTELHO, R. G. M. Erosão dos solos. In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. (Org.). Geomorfologia do Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998. Cap. 4, p. 177-223.

GUERRA, A. J. T. e MENDONÇA, J. K. S. Erosão dos Solos e a Questão Ambiental. In: Reflexões Sobre a Geografia Física no Brasil. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil,2004.

GUERRA, A. J. T. e MARÇAL, M. S. Geomorfologia Ambiental. Rio de Janeiro.Bertrand Brasil, 2014.

INFANTI JR, N.; FORNASARI FILHO, N. Processos de dinâmica superficial. In: OLIVEIRA, A. M. dos S.; BRITO, S. N. A de. (Ed.). Geologia de Engenharia. São Paulo: Associação Brasileira de Geologia de Engenharia, 1998. Cap. 9, p. 131-152.

LEPSCH. I. F. Formação e conservação dos solos. São Paulo: Oficina de Textos, 2002. 178 p

MAFRA, N. M. C. Erosão e planificação de uso do solo. In: GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S. da.; BOTELHO, R. G. M. (Org.). Erosão e Conservação dos Solos – conceitos, temas e aplicações. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012. Cap. 9, p. 301-322.

MARTINS, E. O.; SOUZA, N. M. de.; SALES, M. M.; NASCIMENTO, M. A. L. S. do.; OLIVEIRA, M. de F. M. Cadastro de erosões. In: CAMAPUM de CARVALHO, J.; SALES, M. M.; SOUZA, N. M. de.; MELO, M. T. da. S. (Org.). Processos

Erosivos no Centro-Oeste Brasileiro. Brasília: FINATEC, 2006. Cap. 5, p. 193-220.

MMT, Planejamento e Consultoria. Relatório de Consultoria Ambiental. Programa de recuperação e melhoria da qualidade de vida do Bacanga. São Luís, 2007. p. 83

MONTOLAR-SPAROVEK, R. B.; VIDAL-TORRADO, P.; SPAROVEK, G. Erosão em sulcos, entressulcos e voçorocas em uma microbacia de Piracicaba (SP) intensivamente cultivada. Scientia Agrícola, Piracicaba, v. 56, n. 4, p. 859-865, out/dez. 1999.

NASCIMENTO, M. A. L. S. Erosões urbanas em Goiânia. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 14, n. 1, p. 77-102, jan./dez. 1994.

OLIVEIRA, M. A. T. de. Processos Erosivos e Preservação de Áreas de Risco de Erosão por Voçorocas. In: GUERRA, A. J. T.; SILVA, A. S. da; BOTELHO, R. G. M.(Orgs.). Erosão e conservação dos solos: conceitos, temas e aplicações. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012 . p. 57-99.

ROSS, J. L. S. Geomorfologia Aplicada aos EIAs-RIMAs. In: Geomorfologia e Meio Ambiente. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Sistemas Geomorfológicos: Estrutura, Dinâmicas e Processos