Geomorfologia da bacia hidrográfica do Córrego Salobra, município de Porto Estrela - Mato Grosso

Autores

  • Willian Cosme da Silveira de Paula Universidade Estadual do Mato Grosso
  • Ione Cristina de Souza Rede Pública Estadual
  • Celia Alves de Souza Universidade Estadual do Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2072

Palavras-chave:

Província Serrana. Depressão do Alto Paraguai. Planície do rio Paraguai

Resumo

A pesquisa teve como objetivo verificar a geomorfologia da bacia hidrográfica do córrego Salobra, MT. Os procedimentos metodológicos se deram por meio de revisão bibliográfica, trabalhos de gabinete e de campo. A área da bacia foi delimitada de acordo com as cartas topográficas do Ministério do Exército (1975) em escalas de 1:100.000, folhas Serra da Palmeira e Barra do Bugres SD-21-Y-D-VI e SD-21-Y-D-III. O mapa de geomorfologia, foi elaborado a partir dos mapas temáticos do projeto RADAMBRASIL. Sua arte final foi realizada no programa ArcGis 10.1. Os resultados mostraram que a bacia possui três unidades geomorfológica: Província Serrana, Depressão do Alto Paraguai e Planície do rio Paraguai. No alto curso da bacia, o canal encontra-se encaixado apresentando vários segmentos retilíneos. No médio curso se apresenta meandro divagante até a foz.

 

Biografia do Autor

Willian Cosme da Silveira de Paula, Universidade Estadual do Mato Grosso

Departamento de Geografia (UNEMAT).

Ione Cristina de Souza, Rede Pública Estadual

Rede Pública Estadual.

Celia Alves de Souza, Universidade Estadual do Mato Grosso

Professora Departamento de Geografia (UNEMAT).

Referências

ALMEIDA, F. F. M. Geologia do Centro-oeste Matogrossense. Boletim da Divisão de Geologia e Mineralogia. Rio de Janeiro, 1964.

ALMEIDA, F. F. M. Geologia da Serra da Bodoquena (Mato Grosso), B. Div. Geol. Mineral. DNPM n.219, 1965.

ALONSO, U. R. Rebaixamento temporário de aquíferos. São Paulo: oficina de textos, 2007. 152 p.

CUNHA S. B.; GUERRA A..J.T. Geomorfologia Fluvial. In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. (Orgs.). Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. 8 edº. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

GUERRA, A.T.; MARÇAL. M. S. Geomorfologia Ambiental. Rio de Janeiro, editora Bertrand Brasil,2010.

MINISTÉRIO DO EXÉRCITO – Diretoria de Serviço Geográfico SD-21-Y-D-VI e SD-21-Y-D-III escala de 1:100. 000, 1975.

RADAMBRASIL. Levantamentos dos Recursos Naturais Ministério das Minas de Energia. Secretaria Geral. Projeto RADAMBRASIL. Folha SD 21 Cuiabá, Rio de Janeiro, 1982.

RIBEIRO FILHO, W.; LUZ, J. S.; ABREU FILHO, W. Projeto serra Azul: reconhecimento geológico. 4 vol. Relatório final. Relatório do Arquivo Técnico (DGM, 2407). V.1. Goiânia: DNPM/CPRM, 1975.

ROSS, J. L. S. Estudo e cartografia geomorfológica da Província Serrana de Mato Grosso. Tese (Doutorado) Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. São Paulo, 1987.

ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil, Editora da Universidade de São Paulo, Didática, São Paulo,2011.

SANTOS, M. Uso e Ocupação da Terra e a Dinâmica Fluvial da Bacia Hidrográfica do Córrego Cachoeirinha, Município de Cáceres - Mato Grosso. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) Universidade do Estado de Mato Grosso, Cáceres.

SOUZA, I. C. Diagnóstico das condições atuais da nascente do córrego Grande afluente do rio Jauru, município de São José dos Quatro Marcos – MT. Cáceres – MT 2008.

SOUZA, C. A. Dinâmica do Corredor Fluvial do Rio Paraguai entre a cidade de Cáceres e a Estação Ecológica da Ilha de Taiamã-MT. 2004. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Sistemas Geomorfológicos: Estrutura, Dinâmicas e Processos