Proposição metodológica para o estudo da Camada Limite Urbana utilizando VANT’s

Autores

  • Rafael Gotardi Brússolo Universidade de São Paulo
  • Gustavo Zen de Figueiredo Neves Universidade de São Paulo
  • Francisco Arthur da Silva Vecchia Universidade de São Paulo
  • Adriano Rogério Bruno Tech Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2096

Palavras-chave:

Clima Urbano. Proposta metodológica. VANT’S

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo propor uma metodologia para o estudo da Camada Limite Urbana (Urban Boundary Layer) proposto por Oke (1978). Tal metodologia pauta-se no uso de Veículos Aéros Não‑Tripulados (VANT’s) suspendendo um conjunto de instrumentos termo-higrométricos automáticos em alturas geométricas distintas, com o objetivo de caracterizar a variação termo-higrométrica em diferentes níveis verticais da atmosfera urbana. A outra proposta é acoplar câmeras termais nos VANT’s para captar a temperatura de superfície e compará-las com as imagens orbitais.

Biografia do Autor

Rafael Gotardi Brússolo, Universidade de São Paulo

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Engenharia Ambiental/Universidade de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos

Gustavo Zen de Figueiredo Neves, Universidade de São Paulo

Programa de Pós-Graduação em Ciências da Engenharia Ambiental/Universidade de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos

Francisco Arthur da Silva Vecchia, Universidade de São Paulo

Professor Associado/Universidade de São Paulo, Escola de Engenharia de São Carlos

Adriano Rogério Bruno Tech, Universidade de São Paulo

Professor Associado/Universidade de São Paulo, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos,

Referências

ALCOFORADO, M.J. et al. Application of climatic guidelines to urban planning. Landscape and Urban Planning, v.90, 2009.

ALVES, E.D.L. Análise das influências geourbanas no clima urbano de Iporá-Goiás. 2016. 146p. Tese (Doutorado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos.

ARNFIELD, A. J. How to do Urban Climatology: a Personal View of the Legacy of Professor Tim Oke. In: 6th International Conference on Urban Climate. Goteborg, Sweden, 2006. Disponível em http://blogs.ubc.ca/toke/files/2015/12/Arnfield-2006.pdf. Acesso em 14 jul 2014.

BRASIL. Ministério da Defesa. Força Aérea Brasileira. Circular de Informações Aeronáuticas Nº21, de 23 de setembro de 2010. Dispõe sobre Veículos Aéreos Não Tripulados. Rio de Janeiro, RJ. 2010.

Disponível em http://publicacoes.decea.gov.br/index.cfm. Acesso em 14 de Out. de 2015.

BRASIL. Ministério da Defesa. Força Aérea Brasileira. Departamento de Aviação Civil. Portaria Nº 207/STE, de 7 de abril de 1999. Estabelece as Regras para a Operação do Aeromodelismo no Brasil. Brasília-DF. Diário Oficial da União, 1999.

BRASIL. Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. Agência Nacional de Aviação Civil. Portaria nº 2.031/SAR, de 4 de outubro de 2012. Instrução Suplementar Nº21-002, Revisão A. Dispõe sobre a emissão de Certificação de Voo Experimental para Veículos Aéreos Não Tripulados - VANT. Brasília-DF. Diário Oficial da União, 2012.

BRÚSSOLO, R.G. O clima e a cidade: Ilhas de calor em Assis (SP). Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Londrina. 168p, 2015.

HAMADA, S.; OHTA, T. Seasonal variatons in the cooling effect or urban green areas on surrounding urban areas. Urban Forestry & Urban Greening, v.9, n.1, 2010.

HART, M.A; SAILOR, D.J. Quantifying the influence of land-use and surface characteristics on spatial variability in the urban heat island. Theoretical and Applied Climatology, v.95, n. 3-4, p. 397-406, 7 maio 2008.

HEIDORN, K. Balloons Sample the Weather. The Weather Doctor's Weather, July, 2005. Disponível em: <http://www.islandnet.com/~see/weather/almanac/arc2005/alm05jul.htm> Acesso em 07 de Ago. de 2015

MENDONÇA, F. de A. O clima e o planejamento urbano de cidade de porte médio e pequeno: proposição metodológica para estudo e aplicação à cidade de Londrina, PR. 1994. 322p. Tese (Doutorado em Geografia Física) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

NEVES, G.Z.F; et al. Avaliação termo higrométrica de sub-altitude utilizando balão cativo e quadrotor: um ensaio experimental. IN: XIV Simpósio do Curso de Pós-Graduação em Ciências da Engenharia Ambiental. 2015 Anais. São Carlos. Universidade de São Paulo, p. 96-106.

OKE, T. R. Boundary Layer Climates. London: Methuem & Ltd. A.Halsted Press Book, John Wiley & Sons, New York, 1978, 372p.

SANCHES, F.: FISCH, G. As possíveis alterações microclimáticas devido a formação do lago artificial da hidrelétrica de Tucuruí-PA. Acta Amazônica. Vol. 35 n.1 Manaus, 2005.

SOUZA, J. L. de. Análise do campo Térmico de Cidades de Médio Porte: Estudo de caso no Pólo Têxtil de Americana-SP. Rio Claro, 2007. p.30-48. Dissertação (Mestrado)- Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista.

STEWART, I. D; OKE, T.R. Local climate zones for urban temperature studies. American Meteorological Society, 2012 p.1-22.

TAN, J. et al. The urban heat island and its impact on heat waves and human health in Shanghai. International Journal of Biometeorology, v.54, n.1, p. 75-84, jan.2010.

TUNDISI, J. G. & MATSUMURA-TUNDISI, T. “The Lobo-Broa: Ecosystem Research”, in J. G. Tundisi; C. E. M. Bicudo; T. Matsumura-Tundisi (eds.). Limnology in Brazil. Brazilian Academy of Sciences, Brazilian Limnological Society, 1995, pp. 219-243.

UGEDA, J.C. Clima e Planejamento na cidade de Jales-SP. 2011. Tese (Doutorado em Geografia) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente.

VOOGT, J. A.; OKE, T. R. Thermal remote sensing of urban climates. Remote Sensing of Environment, v. 86, n.3, p. 370-384, 2003.

WENG, Q. Thermal infrared remote sensing for urban climate and environmental studies: Methods, applications and trends. ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing, v. 64, n. 4, p. 335-344, jul. 2009.

YAGUE, C.; ZURITA, E.; MARTINEZ, A. Statistical analysis of the Madrid urban heat island. Atmospheric Environment, v 25B, n. 3, p. 327-332, 1991.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades