Geoformas deposicionais no baixo curso do rio Tapaiúna localizado no município de Nova Canãa do Norte - Mato Grosso

Autores

  • Luana Rodrigues de Carvalho Universidade do Estado do Mato Grosso
  • Leila Nalis Paiva da Silva Andrade Universidade do Estado do Mato Grosso
  • Claudete Silveira Damas Machado Universidade do Estado do Mato Grosso
  • Andressa Damas Machado Universidade do Estado do Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2118

Palavras-chave:

Depósitos arenosos. Baixo curso. Rio Tapaiúna

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo identificar e quantificar as geoformas deposicionais  no baixo curso do rio Tapaiúna situado no município de Nova Canãa do Norte, Mato Grosso. Foram realizados trabalhos de gabinete e de campo. Para elucidar a temática, foram feitas   pesquisas em livros, revistas, artigos científicos e outros. O campo ocorreu em outubro de 2016, no período de estiagem, onde foram observadas as geoformas deposicionais e coletadas amostras para análise no laboratório de Ensino e Pesquisa em Geomorfologia Fluvial – Antonio Christofoletti através do método de pipetagem e peneiramento. Depois de analisadas as amostras, percebeu-se que o rio Tapaiúna, afluente do rio Teles Pires, possui capacidade de transportar sedimentos grosseiros (fundo) sendo que estes são carregados no período de cheia e depositados na margem convexa formando barras arenosas.

Biografia do Autor

Luana Rodrigues de Carvalho, Universidade do Estado do Mato Grosso

Acadêmica do curso de licenciatura em Geografia da Universidade Estadual do Estado de Mato Grosso - UNEMAT,Campus Universitário Vale do Teles Pires. Bolsista de Iniciação Científica/PROBIC/UNEMAT.

Leila Nalis Paiva da Silva Andrade, Universidade do Estado do Mato Grosso

Professsora Assistente da Universidade do Estado de Mato Grosso-UNEMAT, Doutoranda  em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos- UFSCar.Coordenadora do Laboratório de Pesquisa e Ensino e Geomorfologia Fluvial “Antonio Christofoletti”  Coordenadora de Área do Subprojeto PIBID/ Geografia / Colider – Mato Grosso.

Claudete Silveira Damas Machado, Universidade do Estado do Mato Grosso

Acadêmica do curso de licenciatura em Geografia da Universidade Estadual do Estado de Mato Grosso – UNEMAT, Campus Universitário Vale do Teles Pires. Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência/PIBID. 

Andressa Damas Machado, Universidade do Estado do Mato Grosso

Acadêmica do curso de licenciatura em Geografia da Universidade Estadual do Estado de Mato Grosso – UNEMAT, Campus Universitário Vale do Teles Pires. Bolsista de Iniciação Científica/FAPEMAT.

Referências

ANDRADE, L. N. P. da S.; SOUZA, C. A. de. Sub-Bacia Hidrográfica do Córrego das Pitas: Análise Batimétrica e Transporte de Sedimentos. In: São Paulo, UNESP, Geociências, v. 28, n. 4, p. 387-400, 2009. Disponível em: http://www.revistageociencias.com.br/28_4/Art%2004_Andrade.pdf Acesso em: 10 jan. 2017.

BRASIL. Empresa Brasileira e Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA. Manual de métodos de análises de solos. 2.ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA solos, 1997. 212 p.

CAMARGO, L. (Org.) Atlas de Mato Grosso: Abordagem socioeconômica – ecológica. Cuiabá, MT: Entrelinhas, 2011. Cuiabá, MT: Entrelinhas, 2011.

CHRISTOFOLETTI, A. A Análise de Bacias Hidrográficas. In:_____. Geomorfologia. 2a ed.São Paulo: Blucher, 1980. p. 102-121.

GALVÃO, V.; STEVAUX, J. C.; SAAD, A. R. Análise Geoambiental dos Ambientes da Planície Aluvial do Alto Curso do Rio Paraná: Fragilidade e Impactos Ambientais Relativos ao Desenvolvimento do Uso Turístico. In: São Paulo, UNESP, Geociências, v. 33, n. 3, p.472-491, 2014. Disponível em: http://www.revistageociencias.com.br/33/volume33_3_files/33-3-artigo-9.pdf Acesso em: 10 jan. 2017.

GIL. A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

POPP, J. H. Rios: Processos Fluviais e Aluviais. In:_____. Geologia Geral. Rio de Janeiro: LTC, 2016. p. 161-182.

SILVA, A. M.; SCHULZ, H. E.; CAMARGO, P. B. Hidrossedimentologia em Bacias Hidrográficas. In:_____. Erosão e Hidrossedimentologia em Bacias Hidrográficas. São Carlos: RiMa, 2007. p. 105-135.

SOUZA, C. A. et al,. Bacia Hidrográfica do Rio Jauru e Seus Afluentes. In: SOUZA, C. A.; SOUZA, J. B. de.; ANDRADE, L. N. P. da S.(Org.). Bacia Hidrográfica do Rio Jauru – Mato Grosso: Dinâmica espacial e impactos associados. São Carlos: RiMa Editora, 2012. p. 01-28.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Bacias Hidrográficas e Recursos Hídricos: Análise, Planejamento e Gestão