Aplicação do protocolo de avaliação rápida (PAR) para análise da degradação ambiental do Córrego Tamanduá (Iporá-GO)

Autores

  • Katyuce Silva Universidade Estadual de Goiás
  • Diego Tarley Ferreira Nascimento Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2127

Palavras-chave:

Avaliação. Ambiental. Córrego. Tamanduá. Iporá-GO

Resumo

O objetivo geral do presente trabalho foi de empregar a metodologia dos Protocolos de Avaliação Rápida (PAR) para realizar uma análise preliminar do estado de degradação ambiental de dois trechos do Córrego Tamanduá, um à montante e outro a jusante da área urbana de Iporá-GO. O PAR se baseia numa avaliação qualitativa dos corpos hídricos superficiais, em que são diagnosticadas as informações de degradação do manancial de maneira fácil e rápida. Correspondendo a importante insumo à fixação e sobrevivência do homem, os corpos hídricos têm apresentado um longo histórico de degradação ambiental. No caso do Córrego Tamanduá, os dados indicam que o trecho à jusante da área urbana corresponde às piores condições de preservação, indicando a influência da população no processo de degradação ambiental desse corpo hídrico.

Biografia do Autor

Katyuce Silva, Universidade Estadual de Goiás

Acadêmica do curso de Geografia da Universidade Estadual de Goiás, Campus Iporá

Diego Tarley Ferreira Nascimento, Universidade Estadual de Goiás

Professor do curso de Geografia da Universidade Estadual de Goiás, Campus Iporá

Referências

BIZZO, M. R. de O. MENEZES, J.; ANDRADE, S. F. de. Protocolos de avaliação rápida de rios (PAR). Caderno de Estudos Geoambientais, v. 04, n. 01, p. 05-13, 2014.

CALLISTO, M., et al. Aplicação de um protocolo de avaliação rápida da diversidade de hábitats em atividades de ensino e pesquisa (MG-RJ). Acta Limnologica Brasiliensia.v. 14, n. 1, p.91-98, 2002.

NASCIMENTO, D. T. F.. Relação homem-natureza e degradação ambiental: estudo de caso para o município de Goiânia-GO/Brasil. In: ENCUENTRO DE GEÓGRAFOS DE AMÉRICA LATINA, 2015, La Habana. Anais do XV Egal, 2015.

RODRIGUES, A.S.L.; CASTRO, P.T.A. Protocolos de Avaliação Rápida: instrumentos complementares no monitoramento dos recursos hídricos. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 13, n. 1, p. 161-170, 2008.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Bacias Hidrográficas e Recursos Hídricos: Análise, Planejamento e Gestão