Caracterização preliminar da cobertura vegetal em um município susceptível a desertificação (Caicó – RN)

Autores

  • Denise Santos Saldanha Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Paulo Jerônimo Lucena Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Jânio Carlos Fernandes Guedes Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Diógenes Félix da Silva Costa Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2153

Palavras-chave:

Desertificação no Seridó. Caatinga. Semiárido Nordestino

Resumo

A Desertificação na região semiárida nordestino é um processo que ocorre desde da sua colonização por fatores naturais ou antrópicos de grande perda ecológica e também social. A Desertificação atinge principalmente o Bioma Caatinga, sendo esse Bioma totalmente brasileiro que ocupa toda a região nordeste. O município de Caicó está localizado na Microrregião do Seridó Ocidental do Estado do Rio Grande do Norte com proximadamente 1.228,576 km². Todo o material cartográfico foi elaborado a partir da fusão de imagens do satélite Landsat 8 (sensores OLI “Operational Land Imager”, órbita 215, pontos 064 e 065 de 01/06/2013, resolução espacial de 30 metros. Como resultado, foi possível identificar quatros tipos de classes de cobertura vegetal, onde as mesmas foram divididas em Caatinga densa, Caatinga rala, Corpos d’água e solo exposto. Assim, o uso das geotecnologias mostraram-se eficientes na distribuição e espacialização da cobertura vegetal podendo servir para identificação de áreas em desertificação.

Biografia do Autor

Denise Santos Saldanha, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Paulo Jerônimo Lucena Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Jânio Carlos Fernandes Guedes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Diógenes Félix da Silva Costa, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Referências

Referências

FAO. 1993. El papel de los animales domesticos en el control de la desertificacion. PNUD/FAO, Oficina Regional de La Fao para America Latina Y el Caribe, Santiago.

FARIA, O. L. E depois... In:______. Os Açudes dos Sertões do Seridó. Coleção Mossoroense. Vol. LVI. Natal, 1978. p. 24-40.

IDEC. Açudes Públicos do Rio Grande do Norte. Características Físicas e Técnicas – Fundação Instituto de Desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Natal/RN, 1991.

OLIVEIRA, A. V. L. C.; CESTARO, L. A. Caracterização do meio físico para subsidiar um zoneamento geoambiental do município de Currais Novos – RN – Brasil. Revista Geonorte. Edição Especial. Amapá. 2012.

SANTANA, M. O. (org.) Atlas de áreas susceptíveis à desertificação no Brasil. Brasília/DF: Ministério do Meio Ambiente, 2007.

SOUZA, E. Milagres da Açudagem. In: GUERRA, Otto (org.). Vigésimo livro das secas. p. 72-75. Col. Mossoroense. 1989.

TABARELLI, M.; SILVA, J. M. C.; SANTOS, A. M. Análise de representatividade das unidades de conservação de um direto e indireto na Caatinga: análise preliminar. In: Avaliação e identificação de ações prioritárias para a conservação, utilizando sustentável e repartição de benefícios da biodiversidade do bioma Caatinga: Petrolina, Pernambuco. 2000. P. 13.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Biogeografia, Manejo de Áreas Naturais e Protegidas: Conservação da Biodiversidade