Análise da aplicação do zoneamento ambiental da unidade geossistêmica área de proteção ambiental de Santa Rita - APASR como instrumento essencial para manejo adequado dessa unidade de conservação

Autores

  • Kadja Monaysa Mendonça Paula Universidade Federal de Alagoas
  • Daniel Nivaldo Conceição Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2155

Palavras-chave:

Zoneamento. Unidade de Conservação. Área de Proteção Ambiental

Resumo

O presente trabalho tem como finalidade a análise da aplicação do zoneamento ambiental em área de unidade de conservação da natureza, a fim de ressaltar a importância desse instrumento de manejo para a conservação dos recursos naturais e sua consonância com as ações humana. A partir desta análise pôde-se definir a relação entre as principais zonas de ocorrência, ou seja, os principais tipos de uso de solo na área e suas principais ocorrências ambientais.

Biografia do Autor

Kadja Monaysa Mendonça Paula, Universidade Federal de Alagoas

Universidade Federal de Alagoas

Daniel Nivaldo Conceição, Universidade Federal de Alagoas

Universidade Federal de Alagoas

Referências

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Programa Zoneamento Ecológico-Econômico: diretrizes metodológicas para o Zoneamento Ecológico-econômico do Brasil. Brasília: MMA/SDS, 2001. 109p.

BRASIL. Decreto n° 4.297, de 10 de julho de 2002. Regulamenta o art. 9o, inciso II, da Lei no 6.938, de 31 de agosto de 1981, estabelecendo critérios para o Zoneamento Ecológico-Econômico do Brasil - ZEE, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2017.

SOCHAVA, V. B. O estudo de geossistemas. Métodos em questão, n.16, IGUSP. São Paulo, 1977. 51 p.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Biogeografia, Manejo de Áreas Naturais e Protegidas: Conservação da Biodiversidade