Análise do padrão de uso e ocupação da zona costeira de Conde/BA

Autores

  • Marcus Henrique Oliveira Jesus Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia
  • Anízia Conceição Cabral de Assunção Oliveira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2162

Palavras-chave:

Transformações socioespaciais. Vetores de uso e ocupação. Espaço costeiro

Resumo

A zona costeira é um espaço onde ocorre uma diversidade de formas de uso e ocupação. São identificados a urbanização, a industrialização e o turismo como principais vetores de transformações. Tais vetores, por um lado, atraem desenvolvimento socioeconômico, mas, por outro, resultam em uma intensa ocupação desta zona, que, de forma significativa, provocam alterações nos ambientes naturais, intensificando pressões e impactos sobre suas estruturas. O Litoral Norte da Bahia atualmente vivencia uma série de transformações ocasionadas por vetores de modernização implementados a partir das últimas décadas do século XX. Nas últimas três décadas, novas atividades econômicas se territorializam, alterando e/ou modernizando usos e ocupações, e, decorrente desses fatores, conflitos de ordem socioambiental acontecem. Diante disso, o presente trabalho busca analisar o padrão de uso e ocupação do solo no espaço costeiro de Conde/BA e o seu desdobramento na dinâmica socioespacial, levando em consideração o processo de transformações socioespaciais que ocorrem e são promovidas pelos diversos agentes socioeconômicos no Litoral Norte baiano.

Biografia do Autor

Marcus Henrique Oliveira Jesus, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Anízia Conceição Cabral de Assunção Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

Referências

BAHIA. Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. DIAGNÓSTICO OCEANOGRÁFICO E PROPOSIÇÃO DE DISCIPLINAMENTO DE USOS DA FAIXA MARINHA DO LITORAL NORTE DO ESTADO DA BAHIA. Projeto de Gerenciamento Costeiro. Salvador, 2003.

BAHIA. Secretaria da Cultura e Turismo. Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável. Pólo Salvador e entorno. Volume I - Diagnóstico. Salvador, abr. 2004.

GOMES, L. Luzes e sombras no litoral norte da Bahia: estratégias e sustentabilidade das redes hoteleiras internacionais. Salvador: EDUNEB, 2013, p. 258.

OLIVEIRA, Anízia Conceição Cabral de Assunção. Cenários Biofísicos e Ordenamento Territorial no Litoral Sul de Sergipe. 2013. 245 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Sergipe. São Cristovão, 2013

SILVA, S. B. M.; SILVA, B. C. N. ; CARVALHO, S. S. de. Metropolização e turismo no Litoral Norte de Salvador: de um deserto a um território de enclaves?. In: Carvalho, I.; Pereira, G. (Org.). Como anda Salvador. 2ed. Salvador-BA: Ed. da Universidade Federal da Bahia, 2008, p. 189-211.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Dinâmica e Gestão de Zonas Costeiras