Mapeamento de cobertura da terra na Raia Divisória (SP-PR-MS) a partir de imagens CBERS

Autores

  • Mariana C. Cunha Souza Universidade Estadual Paulista
  • Janaína Lopes Moreira Universidade Estadual Paulista
  • Larissa Piffer Dorigon Universidade Estadual Paulista
  • Renata dos Santos Cardoso Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2192

Palavras-chave:

Sensoriamento remoto. Cobertura da terra. Índices radiométricos

Resumo

O objetivo deste trabalho foi mapear e identificar os principais tipos de cobertura da terra na raia divisória entre os estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul, a partir de imagens CBERS-2B, do sensor CCD. Através da elaboração dos índices radiométricos NDVI (Normalized Difference Vegetation Index) e NDWI (Normalized Difference Water Index) realizou-se a sobreposição dos resultados, gerando uma imagem síntese com as coberturas predominantes - água, área edificada/solo exposto e vegetação. De modo geral, o mapeamento apresentou correspondência significativa com a realidade, evidenciando sua vantagem quando se trabalha com áreas de grande extensão territorial. Apesar de a qualidade radiométrica da imagem e resolução espectral do sensor terem dificultado a identificação e delimitação de determinados alvos, a utilização dos índices foi eficaz, realçando as feições nas imagens, e possibilitando a distinção das áreas, bem como o mapeamento temático da cobertura da terra.

Biografia do Autor

Mariana C. Cunha Souza, Universidade Estadual Paulista

FATEC Presidente Prudente/Programa de Pós-Graduação em Geografia/FCT-UNESP Presidente Prudente.

Janaína Lopes Moreira, Universidade Estadual Paulista

Programa de Pós-Graduação em Geografia/FCT-UNESP Presidente Prudente.

Larissa Piffer Dorigon, Universidade Estadual Paulista

Programa de Pós-Graduação em Geografia/FCT-UNESP Presidente Prudente.

Renata dos Santos Cardoso, Universidade Estadual Paulista

Programa de Pós-Graduação em Geografia/FCT-UNESP Presidente Prudente.

Referências

______. CBERS-3/4: características e potencialidades. Anais... XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba: INPE, 2011.

BEZERRA, H. S.; SANO, E. E.; FERREIRA, L. G. Desempenho do satélite sino-brasileiro de recursos terrestres CBERS-2 no mapeamento da cobertura da terra no Distrito Federal, Brasil. Revista Brasileira de Geofísica (Impresso), v. 25, 2007.

BRAGA, A. L.; OLIVEIRA J. C. Identificação e quantificação de áreas irrigadas por pivô central utilizando imagens CCD/CBERS. Anais... XII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Goiânia: INPE, 2005.

DÉSTRO, G. F. G.; CAMPOS, S. SIG-SPRING na caracterização do uso dos solos a partir de imagens do satélite CBERS. Energia na Agricultura (UNESP. Botucatu. Impresso), v. 21, p. 28-35, 2006.

ENGESAT. CBERS 1 e CBERS 2 - Ficha técnica resumida. Disponível em: < http://www. engesat. com.br/?system=news&action=read&id=530 >. Acesso em 01 mar. 2017.

EPIPHANIO, J. C. N. CBERS: estado atual e futuro. Anais... XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Natal: INPE, 2009.

FREITAS, L. O. Avaliação da utilização de imagens CBERS em estudos de uso e ocupação de solo. Monografia (Especialização em Geoprocessamento) – Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010.

GONÇALVES, C. D. A. B.; PEREIRA, M. N.; SOUZA, I. M. O uso de imagens CBERS para o mapeamento de uso do solo urbano como subsídio ao planejamento. Anais... XII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, Goiânia: INPE, 2005.

GOUVÊA, E. J. C.; FONSECA, L. M. G. Avaliação da qualidade radiométrica das imagens do satélite CBERS-2B. Anais... XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Natal, Brasil, 25-30 abril 2009, INPE. Disponível em: <http://marte.sid.inpe.br/col/dpi.inpe.br/sbsr@80/2008/11.17.22.53/doc/2041-2048.pdf>. Acesso em: 01 mar. 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS - INPE. CBERS. Disponível em: <http://www.cbers.inpe.br/index.php>. Acesso em: 11 mai. 2016.

MCFEETERS, S. K. The use of the Normalized Difference Water Index (NDWI) in the delineation of open water features. International Journal of Remote Sensing. 1996.

PASSOS, M. M. Das potencialidades à evolução paisagística no noroeste do Paraná: uma aproximação. Geografia - v. 15, n. 1. Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Geociências, 2006. Disponível em: < http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/geografia/article/viewFile/6660/6009>. Acesso em: 01 mar. 2017.

POELKING, E. L.; LAUERMANN, A.; DALMOLIN, R. S. D. Imagens CBERS na geração de NDVI no estudo da dinâmica da vegetação em período de estresse hídrico. Anais... XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Florianópolis: INPE, 2007. Disponível em: <http://marte.dpi.inpe.br/col/dpi.inpe.br/sbsr@80/2006/11.15.19.18.33/doc/4145-4150.pdf >. Acesso em: 01 mar. 2017.

ROSA, R. Introdução ao sensoriamento remoto. 2ª Ed. Ver. Uberlândia. Ed. Da Universidade Federal de Uberlândia, 1992.

SARAIVA, A. G. S.; SOUSA, R. F.; DANTAS, I. R.; GUIMARÃES, C. L.; GADELHA, A. G. Utilização de dados CBERS-2B no estudo de uso e ocupação de terras semi-áridas: o caso do município de Piancó-PB. Anais... III Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação, 3., 2010, Recife, 2007.

SARTORI, A. A. C.; PIANUCCI, M. N.; SILVA, R. F. B.; ZIMBACK, C. R. L. Influência do período de estiagem no Índice de Vegetação (NDVI), no município de Botucatu-SP. Anais... XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2009, Natal: SBSR, 2009. Disponível em: <http://marte.sid.inpe.br/col/dpi.inpe.br/sbsr@80/2008/11.11.17.31/doc/4363-4369.pdf>. Acesso em: 01 mar. 2017.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geotecnologias e Modelagem Espacial em Geografia Física