Aplicação de veículos aéreos não tripulados na obtenção de parâmetros para análise da paisagem: um ensaio de pesquisa em Campo Verde - MT

Autores

  • Cleberson Ribeiro de Jesuz Universidade Federal de Mato Grosso
  • Francisco de Assis Gonçalves Junior Universidade Federal de Mato Grosso
  • Manuel Eduardo Ferreira Universidade Federal de Goiás
  • Roberto Nunes Vianconi Souto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2195

Palavras-chave:

VANT. Geotecnologias. Análise da paisagem. Modelo Digital de Superfície

Resumo

O uso de novas técnicas e tecnologias para análise de paisagens nativas e antrópicas  vêm ganhando importância nos últimos anos, especialmente o emprego de Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT), equipados com sensores imageadores. Neste ensaio, um VANT (modelo Swinglet CAM) foi utilizado para sobrevoar duas nascentes de primeira ordem, situadas em duas propriedades rurais em Campo Verde - MT, com uso e ocupação da terra distintas (agricultura e pastagem), formadoras de uma linha interfluvial subsidiadas pela ação de um colo topográfico. A metodologia também envolveu  uma câmera digital RGB (12 MP) a bordo do VANT, totalizando 10 planos de voo em agosto de 2016. A alta resolução espacial do mosaico ortorretificado (Modelo Digital de Superfície – 10cm), associado a técnicas de geoprocessamemto e GNSS (pontos de apoio em campo), foi possível mapear algumas métricas da paisagem, tais como hipsometria, declividade e uso do solo, subsidiando análises secundárias na área de estudo.

Biografia do Autor

Cleberson Ribeiro de Jesuz, Universidade Federal de Mato Grosso

Docente no Departamento de Geografia/Instituto de Geografia, História e Documentação, Universidade Federal de Mato Grosso

Francisco de Assis Gonçalves Junior, Universidade Federal de Mato Grosso

Docente no Departamento de Geografia/Instituto de Geografia, História e Documentação, Universidade Federal de Mato Grosso

Manuel Eduardo Ferreira, Universidade Federal de Goiás

Docente do Instituto de Estudos Sócio-Ambientais/Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Goiás, Campus Goiânia.

Roberto Nunes Vianconi Souto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Docente no Departamento da Área de Construção Civil, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Campus Cuiabá.

Referências

ALMEIDA, J. Normas de Segurança para Implantação dos VANT Civis no Espaço Aéreo Brasileiro: uma nova abordagem. Conexão SIPAER, v. 2, n. 1, 2010.

ALVES JÚNIOR, L. R. Análise de produtos cartográficos obtidos com câmera digital não métrica acoplada a um Veículo Aéreo Não Tripulado em áreas urbanas e rurais no estado de Goiás. 2015. Dissertação. Programa de Pós-Graduação em Geografia, do Instituto de Estudos Socioambientais da Universidade Federal de Goiás, 2015.

BERTONI, J. O espaçamento dos terraços em culturas anuais, determinado em função das perdas por erosão. Bragantia. IAC, Campinas. V. 18(1) . p.113-140, 1959.

BERTONI, J.; LOMBARDI NETO, F. Conservação do Solo. – 8ª. ed. – São Paulo: Ícone, 2012.

BOEGH E; THORSEN M; BUTTS M. B; HANSEN S; CHRISTIANSEN J. S; ABRAHAMSEN P; HASAGER C. B; JENSEN N. O; VAN DER KEUR P; REFSGAARD J. C; SCHELDE K; SOEGAARD H; THOMSEN A. Incorporating remote sensing data in physically based distributed agro-hydrological modelling. Journal of Hydrology 287:279–299, 2004.

COLOMINA, I.; MOLINA, P. Unmanned aerial systems for photogrammetry and remote sensing: A review. ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing, 92, 79–97, 2014.

DANDOIS, J. P.; OLANO, M.; ELLIS, E. C. Optimal Altitude, Overlap, and Weather Conditions for Computer Vision UAV Estimates of Forest Structure. Remote Sensing, 7, 13895-13920, 2015.

DIAS, H. G.; ROSSA, A. A. Considerações Sobre o Emprego de Veículos Aéreos não Tripulados (Vant) Armados à Luz do Direito Internacional dos Conflitos Armados. Coleção Meira Mattos, Rio de Janeiro, v. 9, n. 34, p. 189-200, jan./abr. 2015.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Súmula da 10ª Reunião Técnica de Levantamento de Solos. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. Rio de Janeiro, 1979.

FLENER, C.; VAAJA, M.; JAAKKOLA, A.; KROOKS, A.; KAARTINEN, H.; KUKKO, A.; KASVI, E.; HYYPPÄ, H.; HYYPPÄ, J.; ALHO, P. Seamless Mapping of River Channels at High Resolution Using Mobile LiDAR and UAV-Photography. Remote Sensing, 5, 6382-6407, 2013.

GUERRA, A. J. T. O início do processo erosivo. In: GUERRA, A. T. J.; SILVA, A. S.; MACHADO, R. G. (Orgs.). Erosão e conservação dos solos: conceitos, temas e aplicações. 6ª ed. – Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010, p. 17-50.

GUERRA, A. T. GUERRA, A. J. T. Novo Dicionário Geológico-Geomorfológico – 7ª ed. – Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.

JESUZ, C. R.; ITO, J. B. B,; PETER, Z. Erosões mecânicas na bacia hidrográfica do rio Tenente Amaral, Jaciara – MT, e suas determinantes socioambientais. Revista Mato-Grossense de Geografia - Cuiabá - n. 16 - p. 89-105 - jan/jun 2013.

JESUZ, C. R. de. Estudo geomorfológico e a análise dos processos de erosão mecânica na bacia hidrográfica do rio Tenente Amaral – MT. 2014, fls. 142. Dissertação. Universidade Federal de Mato, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Cuiabá, 2014.

LATRUBESSE, E. M., RODRIGUES, S. C., MAMEDE, L. Sistema de classificação e mapeamento geomorfologicos: Uma nova proposta. Geosul. vol. 14 (17), 682-687. 1998.

LUCIEER, A.; TURNER, D.; KING, D. H.; ROBINSON, S, A. Using an Unmanned Aerial Vehicle (UAV) to capturemicro-topography of Antarctic moss beds. International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation, 2013.

MONTEIRO, C. A. Geossistema: a história de uma procura. São Paulo: Contexto, 2001.

NÄSI, R.; HONKAVAARA, E.; LYYTIKÄINEN-SAARENMAA, P.; BLOMQVIST, M.; LITKEY, P.; HAKALA, T.; VILJANEN, N.; KANTOLA, T.; TANHUANPÄÄ, T.; HOLOPAINEN, M. Using UAV-Based Photogrammetry and Hyperspectral Imaging for Mapping Bark Beetle Damage at Tree-Level. Remote Sensing, 7, 15467-15493, 2015.

NIETHAMMER, U.; JAMES, M. R.; ROTHMUND, S.; TRAVELLETTI, J.; JOSWIG, M. UAV-based remote sensing of the Super-Sauze landslide: Evaluation and results. Engineering Geology, 128, 2–11, 2012.

NIKOLAKOPOULOS, K. G.; KAVOURAA, K.; DEPOUNTISA, N.; ARGYROPOULOSA, N.; KOUKOUVELASA, I.; SABATAKAKISA, N. Active landslide monitoring using remote sensing data, GPS measurements and cameras on board UAV. In: Third International Conference on Remote Sensing and Geoinformation of the Environment (RSCy2015), 2015.

OUÉDRAOGO, M. M.; DEGRÉ, A.; DEBOUCHE, C.; LISEIN, J. The evaluation of unmanned aerial system-based photogrammetry and terrestrial laser scanning to generate DEMs of agricultural watersheds. Geomorphology 214, 339–355, 2014.

PEREIRA, L. C. Avaliação da aptidão agrícola das terras: proposta metodológica. --Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2004.

REATTO, A.; MARTINS, E. S. FARIAS, M. F. R.; DA SILVA, A. V.; DE CARVALHO JR., O. A. Mapa Pedológico digital SIG atualizado do Distrito Federal, escala 1:100.000 e uma Síntese do Texto Explicativo. Planaltina: Embrapa Cerrados, 2004. 31 p.

SALOMÃO, F. X. T. Controle e Prevenção dos Processos Erosivos. In: GUERRA, A. J. T; SILVA, A. S; BOTELHO, R. G. M. (Org.). Erosão e conservação dos solos: conceitos, temas e aplicações. 6ª ed. – Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010. p. 229 – 265.

SANO, E. E.; ASSAD, E. D.; ORIOLI, A. L. Monitoramento da ocupação agrícola. In: ASSAD, E. D.; SANO, E. E. Sistema de informações geográficas: aplicações na agricultura. Planaltina: EMBRAPA - CPAC. p.157-70, 1993.

SANTOS, V. S. Análise ambiental integrada do componente solo como subsídio para avaliação da sustentabilidade da Bacia Hidrográfica do Rio Tenente Amaral em Jaciara – Mato Grosso – Brasil. 2007, fls. 191. Tese. Universidade Federal de São Carlos, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais. São Carlos, 2007.

SCHMUGGE T.J., KUSTAS W.P., RITCHIE J.C., JACKSON T.J., RANGO, A. (2002) Remote sensing in hydrology. Adv Water Resour 25,1367–1385.

VASCONCELOS, T. N. N. Interpretação morfopedológica da bacia do rio Tenente Amaral - Jaciara-MT: condição básica para sua caracterização ambiental. 1998, fls.160. Dissertação. Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Cuiabá, 1998.

WWF BRASIL. Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do Solo na Bacia do Alto Paraguai – Porção Brasileira – Período de Análise: 2002 a 2008. Iniciativa: CI – Conservação Internacional, ECOA - Ecologia e Ação, Fundación AVINA, Instituto SOS Pantanal, WWF- Brasil. Brasília, 2009.

WWF-BRASIL. Monitoramento das alterações da cobertura vegetal e uso do Solo na Bacia do Alto Paraguai – Porção Brasileira – Período de Análise: 2008 a 2010. Iniciativa: CI – Conservação Internacional, ECOA - Ecologia e Ação, Fundación AVINA, Instituto SOS Pantanal, WWF- Brasil. Brasília, 2011.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geotecnologias e Modelagem Espacial em Geografia Física