Fácies sedimentares no canal de Santa Cruz (PE)

Autores

  • Bruno Rafael da Silva Gomes Fundação de Ensino Superior de Olinda
  • Luciano Cintrão Barros Universidade Federal do Vale do São Francisco

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2269

Palavras-chave:

Estuário. Sedimentos de fundo. Canal de Santa Cruz

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo principal identificar as fácies sedimentares que compõem o assoalho estuarino do Canal de Santa Cruz e parte do estuário do rio Botafogo, litoral do Norte de Pernambuco. Durante a etapa de campo foram coletadas 59 amostras de sedimentos em Julho de 2009. Estas amostras foram analisadas em laboratório (LGGM/UFPE), baseadas na metodologia de Suguio (1974). De acordo com os resultados foram identificados quatro classes de fácies sedimentares: areia, areia lamosa, lama e lama arenosa. A fácies areia predomina e sua distribuição é controlada tanto pela dinâmica fluvial quanto marinha. Segundo os parâmetros estatísticos, o valor do diâmetro médio nos sedimentos varia de grossa à muito fina, existindo a predominância das areias médias e finas. De modo geral, as areias médias são encontradas na parte mais proximal, enquanto as finas, na parte distal. Há predominância de sedimentos moderadamente selecionados, com grau de assimetria aproximadamente simétrico. 

Biografia do Autor

Bruno Rafael da Silva Gomes, Fundação de Ensino Superior de Olinda

Pós-Graduação em Gestão Ambiental, Fundação de Ensino Superior de Olinda – FUNESO, Olinda (PE), União de Escolas Superiores da Funeso -UNESF
.

Luciano Cintrão Barros, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Ciências da Natureza - CCINAT/SBF, Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF, Senhor do Bonfim (BA).

Referências

MACÊDO, S. J.; LIRA, M. E. F.; SILVA, J. E. Condições Hidrológicas do Canal de Santa Cruz, Itamaracá-PE. Bol. de recursos naturais, SUDENE, Recife, vol.11, série 1 e 2, p. 55-92, 1973.

SHEPARD, F. P. Nomeclature based on sand- silt- clay ratios. Journal of Sedimentary Petrology. v. 24. p. 51 – 80, 1954.

SILVA, L.A. Sedimentologia do canal de Santa Cruz – Ilha de Itamaracá – PE. 2004. 98 f. Dissertação (Mestrado em Geociências) – Pós- Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

SILVA, L.A. Estudos Sedimentológico, Morfológico e Hidrodinâmico do Canal de Santa Cruz PE. 2008. 107 f. Tese (Doutorado em Geociências) – Pós- Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

SUGUIO, K. Introdução à sedimentologia. São Paulo: Edgar Blucher, 1974.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Dinâmica e Gestão de Zonas Costeiras