Mapeamento do uso e ocupação das terras do município de Quissamã-RJ

Autores

  • Diego Moreira Silva Universidade Federal Fluminense
  • Igor Soares Cruz Universidade Federal Fluminense
  • Sabrina Couto Almeida Universidade Federal Fluminense
  • Claudio Henrique Reis Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2281

Resumo

As transformações econômicas referentes à organização do espaço ao longo do tempo em decorrência das ações antrópicas, que por muitas vezes causam danos ambientais, é possível propor planos para uma administração eficiente. Nessa preposição, produzimos um mapa do uso e ocupação do solo e analisamos o município de Quissamã, que se localizam na região Norte Fluminense dentro do Estado do Rio de Janeiro no que diz respeito a sua utilização, ocupação e as interferências ambientais que se encontraram no resultado final deste trabalho. A fim de se determinar a importância do Sensoriamento Remoto para esses estudos para que possa ser visto a melhor forma que atenda as demandas do espaço, objetivando uma melhor utilização dos recursos naturais. 

Biografia do Autor

Diego Moreira Silva, Universidade Federal Fluminense

Geografia/UFF, Universidade Federal Fluminense

Igor Soares Cruz, Universidade Federal Fluminense

Geografia/UFF, Universidade Federal Fluminense

Sabrina Couto Almeida, Universidade Federal Fluminense

Geografia/UFF, Universidade Federal Fluminense

Claudio Henrique Reis, Universidade Federal Fluminense

Professor Dr. do Departamento de Geografia da Universidade Federal Fluminense

Publicado

2018-03-29

Edição

Seção

Uso e ocupação das terras e legislação ambiental