Análise de processos erosivos como subsídio para aptidão agrícola: aplicação no município de Aliança, Zona Da Mata Pernambucana

Autores

  • Joaquim Pedro de Santana Xavier Universidade Federal de Pernambuco
  • John Kennedy Ribeiro de Santana Universidade Federal de Pernambuco
  • Fabrizio de Luiz Rosito Listo Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2283

Palavras-chave:

Processos erosivos. Aptidão agrícola. Análise multicritério. Geotecnologias. Zona da Mata Pernambucana

Resumo

A Zona da Mata Pernambucana é uma área tradicional de cultivos agrícolas desde o período colonial. Entretanto, com o declínio do ciclo do açúcar, grandes áreas de cultivo foram substituídas por áreas mais degradadas, potencializando processos erosivos. Dessa forma, este trabalho possui como objetivo relacionar o mapeamento de áreas suscetíveis a processos erosivos lineares no município de Aliança-PE, elaborado a partir de uma análise multicritério em ambiente SIG, com o mapa de aptidão agrícola da área. Os resultados demostraram em sua maioria uma elevada concordância entre áreas fortemente suscetíveis a erosão e com menores aptidões agrícolas, confirmando a eficiência de ambos os mapeamentos.

Biografia do Autor

Joaquim Pedro de Santana Xavier, Universidade Federal de Pernambuco

Graduando em Geografia, Departamento de Ciências Geográficas, UFPE.

John Kennedy Ribeiro de Santana, Universidade Federal de Pernambuco

Graduando em Geografia, Departamento de Ciências Geográficas, UFPE.

Fabrizio de Luiz Rosito Listo, Universidade Federal de Pernambuco

Docente do Departamento de Ciências Geográficas, UFPE.

Referências

ALMEIDA, M.C.J.; FREITAS, C.G.L. Uso do solo urbano: suas relações com o meio físico e problemas decorrentes. In: Anais do 2º Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica, p. 195-200, São Carlos, 1996.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento. Levantamento de Reconhecimento de Baixa e Média Intensidade dos Solos do Estado de Pernambuco. V. 1. Recife: EMBRAPA, 38p. (Boletim Técnico, 11). 2000.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Levantamento exploratório-reconhecimento de solos do Estado de Pernambuco. V. 1. Recife: Sudene, 359p. (Boletim Técnico, 26), 1973.

CANIL, K. Metodologia para Elaboração da Carta de Risco de Erosão do Município de Franca, SP. In: VII Simpósio Nacional de Controle De Erosão. Goiânia. Anais.... p. 1 – 8, 2001.

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE DESASTRES (CEPED). Atlas Brasileiro de Desastres Naturais: 1991 a 2012. Universidade Federal de Santa Catarina. 2 ed. Volume Pernambuco. Florianópolis: CEPED - UFSC, 130p, 2013.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. São Paulo: Edgard Blucher, 1980.

CPRM (Recife). Ministério de Minas e Energia. Projeto Cadastro de Fontes de Abastecimento por Água Subterrânea Estado de Pernambuco: Diagnóstico do município de aliança. Recife: p. 1-20, 2005.

GUERRA, A. J. T. Processos Erosivos nas Encostas. In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S.B. (Orgs.). Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro (RJ): Bertrand Brasil, p. 149-209, 1994.

LEPSCH, I. F. Formação e Conservação dos Solos. São Paulo (SP): Oficina de Textos, 178p, 2002.

RAMALHO FILHO, A.; BEEK, K. J. Sistema de avaliação da aptidão agrícola das terras. 3a. ed. rev. Rio de Janeiro: Embrapa - CNPS, 1994.

RESENDE, M.; CURI, N.; REZENDE, S. B. de; CORRÊA, G. F. Pedologia: base para distinção de ambientes. Viçosa: NEPUT, 1995.

SOUSA, A. R.; SILVA, A.; SANTOS, M.; FILHO, J.; ACCIOLY, L.; FERRAZ, L. Aptidão Agrícola das Terras do Município de Aliança, Pernambuco. Manejo e Conservação do Solo e da água no Contexto das Mudanças Ambientais, Rio de Janeiro, ago. 2008.

VALLADARES, G. S.; GOMES, A. S.; TORRESAN, F.E.; RODRIGUES, C. A. G.; GREGO, C, R. Modelo Multicritério Aditivo na Geração de Mapas de Suscetibilidade à Erosão em Área Rural. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 47, n. 9, p. 1376-1383, set, 2012.

VASCONCELOS, S. As Regiões naturais de Pernambuco, o meio ambiente e civilização. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1949.

XAVIER, F.V.; CUNHA, K.L.; SILVEIRA, A.; SALOMÃO, F.X.T. Análise da suscetibilidade à erosão laminar da Bacia do Rio Manso, Chapada dos Guimarães, MT, utilizando Sistemas de Informações Geográficas. Revista Brasileira de Geomorfologia, v.11, p.51-60, 2010.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geotecnologias e Modelagem Espacial em Geografia Física