Identificação de anomalias de drenagem no rio Ipanema (PE/AL) a partir da aplicação do Índice de Hack

Autores

  • Paulo de Tarso Barbosa Leite Universidade Federal de Alagoas
  • João Paulo da Hora Nascimento Universidade Federal de Alagoas
  • Priscilla Emanoelle Claudino Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Kleyton de Araujo Monteiro Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2354

Palavras-chave:

Índice de Hack. Perfil longitudinal. Morfoestrutura

Resumo

A geomorfologia é uma ciencia que estuda as formas da superficie terrestre. Essa ciência vem aperfeiçoando métodos de identificação da dinâmica e estrutura das bacias de drenagem. Uma das técnicas utilizadas na análise morfoestrutural é a aplicação do Índice de Hack (IH). A partir da aplicação do índice de Hack pode-se relacionar o IHtrecho com o índice total do canal (IHtotal) sob a fórmula IHtrecho/IHtotal onde valores descobertos entre 0 e 1,99 define-se como não anômalos, valores ≥ 2 e < 10 são anomalias de 2° ordem e valores ≥ 10 anomalias de 1° ordem. Este trabalho investigou o cenário referente a porção oriental da Borborema, particularmente a definição de anomalias na drenagem do Rio Ipanema, situado em Pernambuco e Alagoas. Foram determinadas 30 isoípsas com uma periodicidade de 25 cm, distinguindo 9 anomalias de 1° ordem e 15 de 2° ordem, identificando a isoípsa de 50m apresentou-se com maior valor de anomalia.

Biografia do Autor

Paulo de Tarso Barbosa Leite, Universidade Federal de Alagoas

Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente, UFAL

João Paulo da Hora Nascimento, Universidade Federal de Alagoas

Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente, UFAL

Priscilla Emanoelle Claudino Silva, Universidade Federal de Alagoas

Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente, UFAL

Kleyton de Araujo Monteiro, Universidade Federal de Alagoas

Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente, UFAL

Referências

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. São Paulo: Edgard Blücher, 1980.

CORREA, A. C. B.; TAVARES B. A. C. MONTEIRO, K. A. CAVALCANTI, L. C. S. LIRA, D. R. Megageomorfologia e morfoestrutura do Planalto da Borborema. Revista do Instituto Geológico, São Paulo. 2010.

ETCHEBEHERE, M. L. C. Terraços neoquaternários no vale do Rio do Peixe, Planalto Ocidental Paulista: implicações estratigráficas e tectônicas. Rio Claro. 2 v. Tese (Doutorado em Geociências) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista. 2000.

MONTEIRO, K. D. A., TAVARES, B. D. A. C., & CORREA, A. C. D. B. Aplicação do índice de Hack no rio Ipojuca para identificação de setores anômalos de drenagem e rupturas de relevo. Geociências, São Paulo, v. 33, n. 4, p. 616-628, 2014.

SEEBER, L. GORNITZ, V. River Profiles aloong the Himalayan arc as indicators of active tectonics. Tectonophysics, v. 92, p. 335-367, 1983.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Sistemas Geomorfológicos: Estrutura, Dinâmicas e Processos