Dinâmica da linha de costa entre a praia da Tartaruga e a desembocadura do rio São João (RJ)

Autores

  • Bianca Lima Magalhães Universidade Federal Fluminense
  • Thaís Baptista Universidade Federal Fluminense
  • Guilherme Fernandez Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2356

Palavras-chave:

Erosão costeira. Linha de costa

Resumo

As praias arenosas são feições dinâmicas, estando, portanto em constante mudança na sua configuração morfológica. Essa mudança causa muitas vezes erosão costeira, que nas praias está associado a déficit sedimentar, ocasionando mudanças na linha de costa. A Praia da Tartaruga, em Rio das Ostras (RJ), apresenta indicadores de erosão associado a mudanças na linha de costa, notadamente por geoindicadores de erosão como arenitos expostos e obras de contenção. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a dinâmica da linha de costa da área de estudo entre os anos de 2005 e 2016. A partir de dados georeferenciados com DGPS em imagens, foi identificado um recuo da linha de costa que em alguns trechos chegam a 13 m, enquanto que em outros não foi notado quaisquer alterações. Tais resultados indicaram que o avanço da erosão não somente danificou a infraestrutura urbana, como também apresenta uma tendência de continuidade deste processo.

Biografia do Autor

Bianca Lima Magalhães, Universidade Federal Fluminense

Laboratório de Geografia Física – LAGEF, Departamneto de Geografia – IGEO/UFF

Thaís Baptista, Universidade Federal Fluminense

Laboratório de Geografia Física – LAGEF, Departamneto de Geografia – IGEO/UFF

Guilherme Fernandez, Universidade Federal Fluminense

Laboratório de Geografia Física – LAGEF, Departamneto de Geografia – IGEO/UFF

Referências

BOAK, E. H.; TURNER, I. L. (2005) Shoreline definition and detection: a review. Journal of Coastal Research, vol. 21, n° 4, 2005.

COWEL, P. J.; THOM, B. G. (1994) Morphodynamics of coastal evolution. In: CARTER, R. W. G.; WOODROFFE, C. G. (Org.) Coastal Evolution. Cambridge University Press, United Kingdom. Cap. 2, p. 33 – 86.

MUEHE, D.; LIMA, C. F.; LINS-DE-BARROS, F. M. (2006) Rio de Janeiro. In: MUEHE, D. (org.) Erosão e Progradação do Litoral Brasileiro. 2ª ed. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006. P. 265 – 296.

MUEHE D. (2011) Erosão costeira: Tendência ou eventos extremos? O litoral entre Rio de Janeiro e Cabo Frio, Brasil. Revista da Gestão Costeira Integrada, 11(3):315-325.

MUEHE, D.; KLUMB-OLIVEIRA, L. (2014) Deslocamento da linha de costa versus mobilidade praial. Quaternaryand Environmental ¬Geosciences (2014) 05(2):121-124.

MUEHE, D.; FERNANDEZ, G.B.; BULHÕES, E.R.M; AZEVEDO, I.F.; (2011) Avaliação da vulnerabilidade física da orla costeira em nível local, tomando como exemplo o arco praial entre Rio das Ostras e o Cabo Búzios/RJ. Revista Brasileira de Geomorfologia, 12(2): 45-58.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Sistemas Geomorfológicos: Estrutura, Dinâmicas e Processos