Análise da variabilidade pluviométrica utilizando a frequência de ocorrência e as medidas de assimetria e curtose na bacia hidrográfica do rio Araguari – (MG), período de 1975 a 2014

Autores

  • Samuel Alves Maciel Universidade Federal de Uberlândia
  • Luiz Antônio de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2387

Palavras-chave:

Variabilidade pluviométrica. Frequência de ocorrência. Assimetria e Curtose. Bacia hidrográfica do Rio Araguari

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar a variabilidade pluviométrica, com base na frequência de ocorrência e nas medidas de Assimetria e Curtose, da bacia hidrográfica do Rio Araguari - (MG), no período de 1975 a 2014. Foram utilizados dados de precipitação diária (mm), de 12 postos pluviométricos localizados ao longo da bacia, série histórica de 40 anos. Após a tabulação para determinar as precipitações acumuladas mensalmente, seguiram-se as etapas metodológicas do computo da amplitude da variação, número e amplitude do intervalo de classes, frequência de ocorrência simples e coeficientes de Assimetria e Curtose. A partir dos resultados inferiu-se que dos 12 postos selecionados na área de estudo, 33,3% ou 4 deles foram classificados como Distribuição Assimétrica Positiva Moderada e 66,7% ou 8 deles foram categorizados como Distribuição Assimétrica Positiva Forte. Em termos de percentagens ainda, 25% ou 3 deles apresentaram curva Leptocúrtica e 75% ou 9 deles expressaram curva Platicúrtica.

Biografia do Autor

Samuel Alves Maciel, Universidade Federal de Uberlândia

Instituto de Geografia, Universidade Federal de Uberlândia.

Luiz Antônio de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Instituto de Geografia, Universidade Federal de Uberlândia.

Referências

AYOADE, J. O.. Introdução a climatologia para os trópicos. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996. 332 p.

CHRISTOFOLETTI, A. L. H.. Procedimentos de análise utilizados no estudo da precipitação. Geociências, São Paulo, v.11, n. 6, p. 75-98, 1992.

GOMES, Ariel Ortiz. Modelagem estatística da precipitação: estudo de caso da bacia do rio Taguarizinho / MS. 2011. 63 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Tecnologias Ambientais, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2011. Disponível em: <http://repositorio.cbc.ufms.br:8080/jspui/handle/123456789/2185>. Acesso em: 17 fev. 2017.

HOLTZ, Antonio Carlos Tatit. Precipitação. In: PINTO, Nelson L. de Sousa et al. Hidrologia Básica. São Paulo: Edgard Blücher, 1976. Cap. 2. p. 27-35.

MEDRI, Waldir. Análise exploratória de dados. 2011. 82 f. Curso de Estatística, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2011. Disponível em: <http://www.uel.br/pos/estatisticaeducacao/textos_didaticos/especializacao_estatistica.pdf>. Acesso em: 16 fev. 03.

MELLO, Yara Rúbia de; OLIVEIRA, Therezinha Maria Novais de. Análise Estatística e Geoestatística da Precipitação Média para o Município de Joinville (SC). Revista Brasileira de Meteorologia, São Paulo, v. 31, n. 2, p.229-239, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbmet/v31n2/0102-7786-rbmet-31-02-0229.pdf>. Acesso em: 14 fev. 2017.

SILVA, Samuel de A.; LIMA, Julião S. de S.; BOTTEGA, Eduardo L.. Variabilidade espacial da precipitação pluviométrica para o Estado do Espírito Santo utilizando métodos multivariados. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 6, n. 4, p.703-709, 2011. Disponível em: <http://agraria.pro.br/sistema/index.php?journal=agraria&page=article&op=view&path;[]=v6i4a834&path;[]=1032>. Acesso em: 14 fev. 2017.

SOCCOL, Olívio J.; CARDOSO, Célio O.; MIQUELLUTI, David J.. Análise da precipitação mensal provável para o município de Lages, SC. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 14, n. 6, p.569-574, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbeaa/v14n6/a01v14n6.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2017.

VIEIRA, Sidney R.; CARMARGO, Marcelo B. P. de; SIQUEIRA, Glécio M.. Análise espacial da temperatura e da precipitação média anual no estado de São Paulo (Brasil). Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas, Tupã, v. 3, n. 2, p.87-97, 2009. Disponível em: <http://seer.tupa.unesp.br/index.php/BIOENG/article/view/59/60>. Acesso em: 14 fev. 2017.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades