Horário de ocorrência das temperaturas mínimas absolutas do ar diárias em São Paulo, SP

Autores

  • Rogério Rozolen Alves Universidade de São Paulo
  • Emerson Galvani Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2390

Palavras-chave:

Resfriamento noturno. Brisa marítima. Frequência de ocorrência

Resumo

O trabalho avalia os horários de maior frequência de ocorrência de temperaturas mínimas diárias em São Paulo (SP) baseado nos dados da Estação Meteorológica Automática, localizada no Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (23º33'S, 46º43'W). Utilizou-se de uma série de dados do período de 2008 a 2016, com registros horários totalizando 5046 observações. Os resultados demonstram que há maior predominância de ocorrência das temperaturas mínimas diárias entre as 5h00min e 6h00min (23,5% em relação ao total). Contudo, observa-se que entre as 23h00min e 0h00min locais, há ocorrência de eventos de temperaturas mínimas, com 10,1%, fato que pode estar associado a influência da maritimidade impulsionada pela brisa marítima em função da proximidade da área de estudo com o oceano Atlântico.

Biografia do Autor

Rogério Rozolen Alves, Universidade de São Paulo

Departamento de Geografia/FFLCH/Universidade de São Paulo.

Emerson Galvani, Universidade de São Paulo

Departamento de Geografia/FFLCH/Universidade de São Paulo.

Referências

BLAIN,G. C.; PICOLI, M. C. A.; LULU, J. Análises estatísticas das tendências de elevação nas séries anuais de temperatura mínima do ar no Estado de São Paulo. Bragantia, Campinas, v.68, n.3, p.807, 2009.

CAMARGO, M. B. P.; PEDRO JÚNIOR, M. J.; ALFONSI, R. R.; ORTOLANI, A. A.; BRUNINI, O. Probabilidade de ocorrência de temperaturas mínimas mensais e anual no Estado de São Paulo. Bragantia, Campinas, v.52, n.2, p.161-168, 1993.

DARONCO, F. R. ; RADONS, S. Z. ; KNAPP, F. M. ; COLETTO, I. B. . Horários de ocorrência das temperaturas máxima e mínima diárias do ar da estação meteorológica automática de Santo Augusto, RS. In: IV SEPE - Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFFS, 2014, Cerro Largo. Anais..., 2014. v. 4.

GALVANI, E.; LIMA, N. G. B. de. Taxa de resfriamento noturno na cidade de São Paulo – SP: estudo de caso. In: Climatologia Aplicada: Resgate aos estudos de caso. Curitiba: Editora CRV, 2012, p. 55-66.

INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA – INMET. 1992. Normais Climatológicas do Brasil.

LÓPEZ, C. C. O vento. In TARIFA, J. R.; AZEVEDO, T.R. Os Climas na Cidade de São Paulo. GEOUSP 4, Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária. Universidade de São Paulo. 199 p., 2001.

LUCAS, D. D. P. ; RADONS, S. Z. ; RIGHI, E. Z. ; HELDWEIN, Arno Bernardo ; LOOSE, L. H. ; RAONS, M. Z. . Horário de ocorrência da temperatura mínima diária do ar em Santa Maria, RS. In: XVII Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, 2011, Guarapari, ES. Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas. Vitória, ES: Sociedade Brasileira de Agrometeorologia, 2011.

MONTEIRO, C. A de F.. A dinâmica climática e as chuvas do Estado de São Paulo: estudo em forma de Atlas. Instituto de Geografia, Universidade de São Paulo, 1973.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades