Agravos respiratórios e o clima em Uberlândia/MG no ano de 2015

Autores

  • Lara Lane de Oliveira Universidade Federal de Goiás
  • Adria Rodrigues Fontes Universidade Federal de Goiás
  • Rafael de Ávila Rodrigues Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2447

Palavras-chave:

Doenças respiratórias. Clima. Uberlândia- MG

Resumo

Este artigo visa analisar a possível relação entre os agravos respiratórios em menores de cinco anos e o clima no município de Uberlândia/MG. Considerando variáveis como temperatura e umidade do ar sua influência nas condições ambientais no meio urbano e na incidência dos casos de bronquite e asma. Para isto, foram coletas junto a Secretária de Saúde do município através da Vigilância Ambiental os casos registrados de agravos respiratórios em menores de cinco anos no ano de 2015- e posteriormente os dados coletados no departamento de climatologia da Universidade de Uberlândia foram tratados e organizados e analisados.

Biografia do Autor

Lara Lane de Oliveira, Universidade Federal de Goiás

Programa de Pós Graduação/ Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Geografia.

Adria Rodrigues Fontes, Universidade Federal de Goiás

Programa de Pós Graduação/ Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão, Mestranda do Programa de Pós Graduação em Geografia. 

Rafael de Ávila Rodrigues, Universidade Federal de Goiás

Programa de Pós Graduação/ Universidade Federal de Goiás – Regional Catalão, Professor Doutor do Programa de Pós Graduação em Geografia.

Referências

AYOADE, J. O. Introdução à Climatologia para os Trópicos. Tradução de Maria Juraci Zani dos Santos. 13ª. ed. Rio de Janeiro: Betrand, 2010.

ARBEX, M. A. (Março/Abril de 2004). Queima de biomassa e efeitos sobre a saúde. Acesso em 17 de 07 de 2016, disponível em Jornal Brasileiro de Pneumologia: http://www.jornaldepneumologia.com.br/detalhe_artigo.asp?id=986

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TECNICAS, NBR 6023, informação e documentação, referências,elaboração: Rio de Janeiro, 2002.

CAJAZEIRA, A. A. GEOGRAFIA, AMBIENTE E SAÚDE. Correlação entre o clima e a incidencia de doenças respiratorias em Maacanaú/CE. 2012

CONFALONIERI, U. E. C. Variabilidade climática, vulnerabilidade social e saúde no Brasil. Terra Livre, São Paulo, v.19, n.20, jan./jul., p.193-204. 2003.

DELATRE, E. D. (28 de 08 de 2004). www.queimadasurbanas.bmd.br. Acesso em 05 de 04 de 2016, disponível em Queimadas Urbanas: http://www.queimadasurbanas.bmd.br/

GUIMARÃES, E. N. Infraestrutura pública e movimento de capitais: a inserção de triangulo Mineiro na divisão inter-regional do trabalho. Dissertação de mestrado. Belo Horizonte: CEDPLAR/UFMG, 1990.

Mendes, P. C. A Gênese Espacial das Chuvas na Cidade de Uberlândia – Minas Gerais: Universidade Federal de Uberlândia, 2001. P. 237 (Dissertação de Mestrado em Geografia)

MENDONÇA, F. Aspectos da interação Clima – Ambiente – Saúde Humana: da Sociedade – Natureza a insustentabilidade ambiental. R. RAEGA: Espaço Geografico em Analise, Curitiba, n4. P85-89.2000. Editora UFPR.

MINISTERIO DA SAÚDE: Caderno da Atenção Básica: Doenças respiratórias Crônicas, Brasilia 2010.

MINISTÉRIO DA SAÚDE: Mudanças Climáticas e Saúde: ( serié: Saúde Ambiental 3) p7. Brasilia 2009

MOTA, H. M. Evolução urbanda de Uberlândia: uma cidade do triâgulo Mineiro de Porte Médio e em Contínuo Crescimento.Dissertação de Mestrado. PUC, Campinas, 2011.

SALDANHA, C. T , BOTELHO, C. Associações entre variaveis ambientais e asma em crianças atendidas no hospital publico. Rev. Bras. Alerg. Imunopatol – v31, nº2. p50, 2008.

SILVA, E. M. O Clima da Cidade de Uberlândia – Minas Gerais. Revista Sociedade & Natureza julho 2004

VARELLA, D. BRONQUITE DOENÇAS E SINTOMAS. Disponivel em / https://drausiovarella.com.br/doenças-e-sintomas/bronquite/ Acessoem 16 de março de 2017.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades