Geondicadores em ambientes costeiros: a Lagoa do Peixe (RS) e as anoamalias de precipitação relacionadas ao modo anular do hemisfério Sul e o El niño-oscilação sul

Autores

  • Venisse Schossler Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Jefferson Cardia Simões Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Francisco Eliseu Aquino Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2451

Palavras-chave:

Variabilidade climática. Ambiente costeiro. Mudanças climáticas

Resumo

Este estudo investiga variações em um geoindicador costeiro, a Lagoa do Peixe (LP), associadas a eventos anômalos de precipitação pluviométrica (PP) relacionados ao Modo Anular do Hemisfério Sul (SAM) e ao El Niño - Oscilação Sul (ENOS). As anomalias de PP foram estatisticamente correlacionadas aos modos de variabilidade climática por matrizes de classificação e teste t. Comparou-se imagens Landsat em períodos de precipitação acima e abaixo da média na Planície Costeira do Rio Grande do Sul (PCRGS). Foi encontrada correlação significativa positiva entre as anomalias de precipitação na PCRGS com o ENOS, e negativa com o SAM, com tendência a redução na precipitação média, associada ao aumento de períodos de SAM+ e intensificação dos eventos El Niño e La Niña. As variações observadas na LP indicam que a redução na precipitação média pode acelerar o processo de colmatação da LP pelo transporte de areias secas do campo de dunas adjacente.

Biografia do Autor

Venisse Schossler, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Centro Polar e Climático, Instituto de Geociências, UFRGS.

Jefferson Cardia Simões, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Centro Polar e Climático, Instituto de Geociências, UFRGS.

Francisco Eliseu Aquino, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Centro Polar e Climático, Instituto de Geociências, UFRGS.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades