Ilhas de Calor em Iporá-GO: a análise de um experimento realizado na primavera de 2015

Autores

  • Mateus Gouveia Alves Universidade Estadual de Goiás
  • Sara Oliveira Borges Universidade Estadual de Goiás
  • Elvis Santos Neves Universidade Estadual de Goiás
  • Bruno Nascimento Duarte Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2472

Palavras-chave:

Temperatura. Inverno. Clima Urbano

Resumo

A formação de ilhas de calor promove condições de desconforto térmico nas áreas urbanas. Neste sentido, o objetivo deste trabalho consistiu em analisar as características espaciais da ilha de calor urbana na cidade de Iporá-GO por meio de um experimento realizado durante um dia representativo da primavera de 2015. Os dados foram obtidos em cinco pontos da área urbana da cidade por meio de termohigrômetros Data Logger modelo HT-500. Os dados coletados no campo foram organizados em planilhas de cálculo para análise e interpolação. Foi utilizado o software surfer 9.0 para interpolar os dados climáticos e representar, por meio de mapas, a característica espacial da ilha de calor em Iporá. Os resultados revelaram que a maior intensidade da ilha de calor 3,6°C foi ocorreu nos horários de 19h e 20h.

Biografia do Autor

Mateus Gouveia Alves, Universidade Estadual de Goiás

Curso de Geografia, UEG/Campus de Iporá.

Sara Oliveira Borges, Universidade Estadual de Goiás

Curso de Geografia, UEG/Campus de Iporá.

Elvis Santos Neves, Universidade Estadual de Goiás

Curso de Geografia, UEG/Campus de Iporá.

Bruno Nascimento Duarte, Universidade Estadual de Goiás

Curso de Geografia, UEG/Campus de Iporá.

Referências

ALVES, W. S.; MARIANO, Z. de F. A distribuição da temperatura e umidade relativa do ar máxima e mínima absoluta: um estudo de caso em Iporá-GO. In: Revista Formação (On-line). Presidente Prudente. 2015. v. 2 n. 22, p. 192 – 211. 2015. Disponível em: < http://revista.fct.unesp.br/index.php/formacao/article/view/3846/3085>. Acesso em: 22 abr. 2016.

AMORIM, M. C. C. T. Climatologia e gestão do espaço urbano. Revista Mercator. Fortaleza - CE. 2010, p. 71 - 90. Disponível em: < http://www.mercator.ufc.br/index.php/mercator/article/view/534/299>. Acesso em: 21 maio. 2014

GARTLAND, L. O que é uma ilha de calor. In: GARTLAND, L. Ilhas de calor: como mitigar zonas de calor em áreas urbanas. São Paulo: Oficina de Textos. 2010. p. 09-23.

MONTEIRO, C. A. de F. M. Teoria e clima urbano: Um projeto e seus caminhos. In: MENDONÇA, F. A. Clima urbano. São Paulo: Contexto, 2003. p. 9 - 67.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Climatologia em diferentes níveis escalares: mudanças e variabilidades