Proposta de mapeamento e delimitação dos domínios geomorfológicos da bacia hidrográfica do rio Pandeiros-MG

Autores

  • Diego Alves de Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais
  • Cristina Helena Ribeiro Rocha Augustin Universidade Federal de Minas Gerais
  • Braúlio Magalhães Fonseca Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2520

Palavras-chave:

Domínios geomorfológicos. Caracterização de unidades de relevo homogêneas. Bacia rio Pandeiros

Resumo

Este trabalho apresenta uma proposta de mapeamento geomorfológico baseada em dados de litologia, orientação de vertentes, Índice de Concentração de Rugosidade e Índice de Hack para a bacia do rio Pandeiros, afluente da margem esquerda do rio São Francisco em Minas Gerais. A metodologia consiste na obtenção das informações por meio de overlay realizado em SIG, o que possibilitou a delimitação de 6 unidades geomorfológicas que apresentam formas de relevo, dinâmicas e processos geomorfológicos próprios, podendo cada uma ser consideradas áreas mais homogêneas, pelo menos na escala cartográfica grande na qual foram mapeadas, sendo uma das primeiras propostas de mapeamento geomorfológico realizadas nesta área da bacia do rio São Francisco, contribuindo para que a dinâmica hidrogeomorfológica da área possa ser melhor analisada.

Biografia do Autor

Diego Alves de Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais

Coordenação de Geografia, IFMG – Campus Ouro Preto.

Cristina Helena Ribeiro Rocha Augustin, Universidade Federal de Minas Gerais

Instituto de Geociências, UFMG.

Braúlio Magalhães Fonseca, Universidade Federal de Minas Gerais

Instituto de Geociências, UFMG.

Referências

AB’ SÁBER, A. N. Um conceito de Geomorfologia a Serviço das Pesquisas sobre o Quaternário. Geomorfologia, São Paulo. v.18, 1969.

AUGUSTIN, C.H.R.R. A preliminary integrated survey of the natural resources near Alcantarilla, Southeast Spain. Dissertação de Mestrado, 1979. 328 p.University of Sheffield. UK

AUGUSTIN, Cristina H. R. R.; MELO, Dirce R. de; ARANHA, Paulo R. A.. Aspectos Geomorfológicos de veredas: um ecossistema do bioma do cerrado, Brasil. Revista Brasileira de Geomorfologia, São Paulo, v. 10, n. 1, p.103-114, jan. 2009. Disponível em: <http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php/rbg/article/view/123/117>. Acesso em: 09 jun. 2014.

CAMPOS, José Eloi Guimarães; DARDENNE, Marcel Auguste. ESTRATIGRAFIA E SEDIMENTAÇÃO DA BACIA SANFRANCISCANA: UMA REVISÃO. Revista Brasileira de Geociências, Brasília, v. 27, n. 3, p.269-282, set. 1997.

CASSETI, Valter. Elementos de Geomorfologia. Goiânia: Editora da UFG, 1994. 137 p.

CHIMPLIGANOND, Cristiano Naibert. Estudos sobre a sismicidade de Caraíbas-Itacarambi, Minas Gerais: causas e características. 2013. 100 f. Tese (Doutorado) - Curso de Geologia, Universidade de Brasília, Brasília, 2013. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/13391/1/CristianoNaibertChimpliganond.pdf>. Acesso em: 08 fev. 2016.

ETCHBEHERE, Mario Lincoln de Carlos et al. Detecção de prováveis deformações neotectônicas no vale do rio do Peixe, região ocidental paulista, mediante aplicação de Índices RDE (Relação Declividade-Extensão) em segmentos de drenagem. Geociências, São Paulo, v. 25, n. 3, p.271-287, set. 2006. Disponível em: <http://www.revistageociencias.com.br/25_3/1.pdf>. Acesso em: 08 fev. 2016.

ETCHEBEHERE, Mario Lincoln et al. Aplicação do Índice "Relação Declividade-Extensão - RDE" na Bacia do Rio do Peixe (SP) para Detecção de Deformações Neotectônicas. Revista do Instituto de Geociências - USP, São Paulo, v. 4, n. 2, p.43-56, out. 2004. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/guspsc/article/view/27398/29170>. Acesso em: 08 fev. 2016.

FONSECA, Bráulio Magalhães; AUGUSTIN, Cristina Helena Ribeiro Rocha. Análise morfométrica de bacias de drenagem e sua relação com a estrutura geológica, Serra do Espinhaço Meridional, MG. Revista Brasileira de Geomorfologia, v.15, n.2, p.153-172, 2014.

IGLESIAS, Mario; UHLEIN, Alexandre. Estratigrafia do Grupo Bambuí e coberturas fanerozóicas no vale do rio São Francisco, norte de Minas Gerais. Revista Brasileira de Geociências, Curitiba, v. 39, n. 2, p.256-266, jun. 2009. Disponível em: <http://ppegeo.igc.usp.br/pdf/rbg/v39n2/v39n2a06.pdf>. Acesso em: 06 fev. 2016.

NEVES, W.V., et al. ESTUDO DAS COBERTURAS SUPERFICIAIS NA INTERFACE CERRADOVEREDA NO NORTE DE MINAS GERAIS. Revista Brasileira de Geomorfologia, São Paulo, v. 16, n. 3, p.351-367, jul. 2015. Disponível em: <http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php?journal=rbg&page=article&op=view&path;[]=765&path;[]=470>. Acesso em: 06 fev. 2016.

RODRIGUES, Brenner Henrique Maia. Análise da dinâmica de evolução do relevo e das condições geomorfológicas associadas à ocorrência de veredas no norte de Minas Gerais. 2012. 132 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Geografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012.

RODRIGUES, Brenner Henrique Maia; AUGUSTIN, Cristina Helena Ribeiro Rocha. ANÁLISE DAS CONDIÇÕES GEOMORFOLÓGICAS ASSOCIADAS À OCORRÊNCIA DE VEREDAS NO NORTE DE MINAS GERAIS. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE GEOMORFOLOGIA, 9., 2012, Rio de Janeiro. Anais do Simpósio Nacional de Geomorfologia. Rio de Janeiro: Simpósio Nacional de Geomorfologia, 2012. p. 1 - 1. Disponível em: <http://www.sinageo.org.br/2012/trabalhos/10/10-363-567.html>. Acesso em: 05 fev. 2016.

SAMPAIO, Tony Vinicius Moreira; AUGUSTIN, Cristina Helena Ribeiro Rocha. ÍNDICE DE CONCENTRAÇÃO DA RUGOSIDADE: UMA NOVA PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O MAPEAMENTO E QUANTIFICAÇÃO DA DISSECAÇÃO DO RELEVO COMO SUBSÍDIO A CARTOGRAFIA GEOMORFOLÓGICA. Revista Brasileira de Geomorfologia, São Paulo, v. 15, n. 1, p.47-60, jan. 2014. Disponível em: <http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php?journal=rbg&page=article&op=view&path;[]=376&path;[]=390>. Acesso em: 06 fev. 2016.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Sistemas Geomorfológicos: Estrutura, Dinâmicas e Processos