Mapeamento do risco real de inundações na região hidrográfica Apaco, alto curso do rio Paciência – Ilha Do Maranhão

Autores

  • Cristiane Mouzinho Costa Universidade Estadual do Maranhão
  • Quésia Duarte da Silva Universidade Estadual do Maranhão
  • Danyella Valle Barros França Universidade Estadual do Maranhão
  • Alderino da Conceição Garrito Universidade Estadual do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2532

Palavras-chave:

Mapeamento. Risco. Inundações. Ilha do Maranhão

Resumo

De todos os desastres naturais no mundo as inundações são os mais recorrentes e o que geram mais perdas. Neste sentido, propor medidas mitigadoras, e monitoramento destas áreas, são necessários, para isto necessita-se de um mapeamento das áreas de ocorrência destes fenômenos, desta forma,o artigo pretendeu mapear as áreas de risco real de inundações na região hidrográfica Apaco no alto Paciência -Ilha do Maranhão, e identificar quais fatores são responsáveis por este fenômeno. Para isto adotou-se os procedimentos de pesquisa bibliográfica e cartográfica acerca de inundações, perigo,risco, contexto geoambiental da área de estudo, análise deimagem de satélite, e trabalhos de campo realizados em 2015, onde mapeou-se a área de risco real de inundações, através do software ArcGIS 10.2.

Biografia do Autor

Cristiane Mouzinho Costa, Universidade Estadual do Maranhão

Mestranda em Geografia, Dinâmica da Natureza e do Espaço/Universidade Estadual do Maranhão.

Quésia Duarte da Silva, Universidade Estadual do Maranhão

Professora do Departamento de História e Geografia/Universidade Estadual do Maranhão.

Danyella Valle Barros França, Universidade Estadual do Maranhão

Graduada em Geografia/Universidade Estadual do Maranhão.

Alderino da Conceição Garrito, Universidade Estadual do Maranhão

Graduado em Geografia /Universidade Estadual do Maranhão.

Referências

APÓS inundação, Vila Apaco pede socorro. Portal Conectar. 2013.

BOTELHO, R. G. M. Bacias Hidrográficas Urbanas. In: Geomorfologia Urbana. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil, 2011. cap. 3. p.72-115.

CASTRO, C. M. et al. Riscos Ambientais e Geografia: Conceituações, Abordagens e Escalas Environmental Risks and Geography: Conceptualizations, Approaches and Scales. Anuário do Instituto de Geociências – UFRJ ISSN 0101-9759 Vol. 28-2 / 2005 p. 11-30.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. São Paulo: Hucitec., 1980.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro: 2006. Embrapa, 306p.

HOFFMAN, T. C. P.; MENDONÇA, F.; GOUDARD, G. Eventos climáticos extremos: inundaçãoe gestão de risco. In: Riscos climáticos: vulnerabilidade e resiliência associados. Jundiaí: Paco Editorial.2014.

KOBIYAMA, M. et al. Prevenção de Desastres Naturais: Conceitos Básicos. Curitiba: Ed. Organic Trading, 1ª Edição, 2006 p. 109 Disponível em: <http://www.labhidro.ufsc.br/publicacoes.html>. Acesso em: nov. de 2013.

MARANHÃO. Estudo de geomorfologia litorânea. Macrozoneamento do Golfão Maranhense. Diagnóstico Ambiental da Microrregião da Aglomeração Urbana de São Luís e dos Municípios de Alcântara, Bacabeira e Rosário. São Luís: Sema/MMA/PNMA, 1998.

MÍLEN, A. F. SOUSA, I. D. S. CAMPOS, K. S. C. PEREIRA, M. R. O. DIAS, L. B. J. Abordagem sistêmica da praia do Calhau. In: VI SIMPÓSIO NACIONAL DE GEOMORFOLOGIA. Anais eletrônicos... Goiânia. 2006. 10p.

SILVA, D. B. Feições Geomórficas da Bacia Hidrográfica do Paciência – Ilha do Maranhão. Monografia (Graduação em Geografia). São Luís. 2013. 112p.

SILVA, Q. D. Mapeamento Geomorfológico da Ilha do Maranhão. 2012. 249f. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2012.

SOUSA, S. B.; Uso da Água de Chuva: uma alternativa para enfrentar a escassez de água na Ilha do Maranhão - MA. XVIII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos. Anais... Campo Grande. 2009.

TOMINAGA, L. K. Avaliação de Metodologias de Análise de Risco a Escorregamentos: Aplicação de um Ensaio em Ubatuba, SP. Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo.2007. Tese de Doutorado 220 p + Mapas

TOMINAGA, L.; FERREIRA, C.J.; VEDOVELLO, R.; TAVARES, R.; SANTORO, J.; SOUZA, C.R. de G. Cartas de perigo a escorregamentos e de risco a pessoas e bens do Litoral Norte de São Paulo: conceitos e técnicas In: PEJON, O.; ZUQUETTE, L. eds. Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica e Geoambiental, 5: 2004: São Carlos. p. 205-216.

UN-ISDR - International Strategy for Disaster Reduction. 2004 Living with Risk. A global review of disaster reduction initiatives. Inter-Agency Secretariat International Strategy for Disaster Reduction (ISDR), Genebra, Suiça. 2004. 152pp. Disponível em http://www.unisdr.org. Acesso em ago. de 2014.

UN-ISDR - International Strategy for Disaster Reduction. 2009. Terminology on Disaster Risk Reduction. Disponível em http://www.unisdr.org. Acesso em ago. de 2014.

VARNES, D.J. 1984. Landslide Hazard Zonation: Review of Principles and Practice. UNESCO Press, Paris. 56 p.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geografia Física e Desastres Naturais