Uso de mapeamentos planialtimétricos para análise de modificações nas encostas após ocorrências de movimentos de massa: estudo de caso na bacia do Arraial do Ouro, Gaspar – SC

Autores

  • Graziela Maziero Pinheiro Bini Universidade de Santa Catarina
  • Edna Lindaura Luiz Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Jéssica Gerente Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
  • Joel Robert Georges Marcel Pellerin Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2547

Palavras-chave:

Geometria de encostas. Cicatriz de movimento de massa. Análise digital do terreno

Resumo

A análise da forma da encosta antes e após a ocorrência de um movimento de massa pode subsidiar o entendimento dos condicionantes e mecanismos do processo, além de auxiliar na definição de tipologias. O objetivo deste trabalho foi realizar uma comparação entre mapas planialtimétricos de detalhe da bacia do Arraial do Ouro (Gaspar/SC) de antes e depois da ocorrência de movimentos de massa deflagrados em 2008, visando verificar possíveis modificações na forma das encostas. Destaca-se que apesar dos distintos processos de obtenção dos mapeamentos utilizados, eles mostram configurações das curvas de nível muito semelhantes. Foram identificadas 91 cicatrizes e em pelo menos 60 delas foi possível verificar mudança de forma, as quais foram também observadas em trabalhos de campo. As modificações das curvas de nível no interior de 4 cicatrizes entre os dois mapeamentos foram analisadas em detalhe no trabalho.

Biografia do Autor

Graziela Maziero Pinheiro Bini, Universidade de Santa Catarina

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade de Santa Catarina (UFSC).

Edna Lindaura Luiz, Universidade do Estado de Santa Catarina

Profa. Dra. do Departamento de Geografia, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Jéssica Gerente, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sensoriamento Remoto, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Joel Robert Georges Marcel Pellerin, Universidade Federal de Santa Catarina

Prof. Dr. do Departamento de Geografia, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Referências

CROZIER, M. J. Landslide: causes, consequences & enviroment. London: Crom Helm Ltd., 1986.

SANTA CATARINA. SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Levantamento Aerofotogramétrico do Estado de Santa Catarina. Florianópolis: ENGEMAP, 2013, p. 80- 85, Documento Digital.

SANTOS, M. S. T.; SILVA, E. B. S. da: SOUZA, A. de M. et al. Geração e análise estatística de Modelo Digital de Elevação (MDE) com dados de GPS em tempo real (GPS/RTK). 2008. Disponível em: https://www.ufpe.br/estudosgeologicos/paginas/edicoes/2008181/2008181t08.pdf. Acesso em: 09 fev. 2017.

SELBY, M. J. Hillslope materials & processes. New York: Oxford University Press, 1993.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geografia Física e Desastres Naturais