Análise de sensibilidade de variáveis e parâmetros de equações de fator de segurança

Autores

  • Felipe Costa Abreu Lopes Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2559

Palavras-chave:

Fator de segurança. Análise de sensibilidade. Estabilidade de encosta

Resumo

Equações matemáticas para estipular áreas propícias aos movimentos de massa, especialmente escorregamentos translacionais, são ferramentas frequentes na análise de estabilidade de encostas. Existem muitas equações criadas em diversas partes do mundo para este fim que são empregadas no Brasil, tanto na forma de modelos fechados como na de equações livres aonde o usuário tem mais controle sobre as variáveis. Cada equação traz as características do pesquisador e do local de onde foi elaborada, deste modo nem todas podem ser consideradas aptas para uso em um ambiente de clima tropical (em sua maioria) como o Brasil, onde determinadas variáveis podem requerer um peso maior ou menor do que o que está imposto em determinado modelo. Desta maneira esse trabalho faz uma análise de sensibilidade dos fatores de duas equações abertas de Fator de Segurança (FS) para evidenciar essas diferenças regionais permeadas nas equações e despertar uma discussão sobre o assunto.

Biografia do Autor

Felipe Costa Abreu Lopes, Universidade Federal do Paraná

IFSP – Campus Jundiaí e doutorando em Geografia – UFPR.

Referências

AGAM, M. W.; HASHIM, M. H. M.; MURAD, M. I.; ZABIDI, H. Slope Sensitivity Analysis using Spencer's Method in Comparison with General Limit Equilibrium Method. Procedia Chemistry, n 19, p 651-658, 2016.

FIORI A.P. E CARMIGNANI L. Fundamentos de mecânica dos solos e das rochas: aplicações na estabilidade de taludes. 2ª ed., Curitiba, Editora UFPR, 604 p, 2009.

HAMOND, C.; HALL, D.; MILLER, S.; SWETIK, P. Level I Stability Analisys Documentation for Version 2.0. Departamento de agricultura dos Estados Unidos. Serviço Florestal. 1992.

LOPES, F. C. A. Avaliação da influência da distribuição espacial da espessura do solo e do nível freático na estabilidade de encosta. 2013. 123 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Paraná.

SIDLE, R. C. A dynamic model of slope stability in zero-order basins. Erosion and Sedimentation in the Pacific Rim (Anais do Corvallis Symposium) August, 1987. IAHS Publ . no. 165.

WEBER, J. E. Matemática para economia e administração. São Paulo, Harbra, 1986.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geografia Física e Desastres Naturais