Monitoramento contínuo de perfis de praia: quantificação da erosão ocasionada por ondas de tempestade e recuperação natural do estoque sedimentar, litoral do Rio de Janeiro

Autores

  • Silvio Roberto de Oliveira Filho Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal Fluminense
  • Guilherme Borges Fernandez Departamento de Geografia, Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2571

Palavras-chave:

Morfodinâmica de praia. Resiliência costeira. Erosão costeira

Resumo

O monitoramento contínuo de praias tem como finalidade conhecer a morfodinâmica, analisar a evolução a curto e médio prazo da linha de costa e ainda detectar eventos anômalos ao clima de ondas, como ressacas excepcionais. O objetivo central desse trabalho foi mostrar a importância do monitoramento contínuo de praia para detecção e análise de impactos ocasionados por ondas de tempestade, bem como quantificar o tempo de recuperação, de duas praias arenosas, após uma tempestade excepcional em abril de 2010. As praias do Peró (intermediária/dissipativa) e Rio das Ostras (refletiva) foram analisadas quanto a variação volumétrica pré e pós-tempestade. Os resultados apontam que em condições morfodinâmicas refletivas, a praia encontra-se mais vulnerável, em decorrência da ausência de bancos arenosos. Apesar disso, a recuperação tende a ocorrer numa maior taxa volumétrica mensal, onde ondas de bom tempo transportam os sedimentos, dos bancos arenosos criados pela tempestade, novamente para a praia.   

Biografia do Autor

Silvio Roberto de Oliveira Filho, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal Fluminense

Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal Fluminense

Guilherme Borges Fernandez, Departamento de Geografia, Universidade Federal Fluminense

Departamento de Geografia, Universidade Federal Fluminense

Referências

AAGAARD, T.; DAVIDSON-ARNOTT, R.; GREENWOOD, B.; NIELSEN, J. Sediment supply from shoreface to dunes: linking sediment transport measurements and long-term morphological evolution. Geomorphology, v.60, p.205-224, 2004.

BIRKEMEIER, W. A. A user’s guide to ISRP: The interactive survey reduction program. In: Instruction Report CERC-84-1, U.S. Army Engineer Waterways Experiment Station, Coastal Engineering Research Center, Vicksburg, 1984.

BULHÕES, E. M. R.; FERNANDEZ, G. F.; ROCHA, T. B. Efeitos Morfológicos nas Barreiras Costeiras do Litoral Centro-Norte do estado do Rio de Janeiro: resultados do evento de tempestade de abril de 2010. Revista de Geografia. Recife, v.27, n.2, p.15-30. 2010.

CHOOWONG, M.; PHANTUWONGRAJ, S.; CHAROENTITIRAT, T.; CHUTAKOSITKANON, V.; YUMUANG, S.; CHARUSIRI, P. Beach recovery after 2004 Indian Ocean tsunami from Phang-nga, Thailand. Geomorphology, v.104, n.3–4, p. 134-142, 2009.

FERNANDEZ, G. B.; BULHÕES, E. M. R.; ROCHA, T. B. Impacts of severe storm ocurred in april 2010 along Rio de Janeiro Coast, Brazil. Journal of Coastal Research, SI.64 (Proceedings of the 11th International Coastal Symposium), p.1850-1854, 2011.

HOLMAN, R. A. Extreme value statistics for wave run-up on a natural beach. Coastal Engineering, v.9, p.527-544, 1986.

MASSELINK, G.; VAN HETEREN, S. Response of wave-dominated and mixed-energy barriers to storms. Marine Geology, v.352, p.321-347, 2014.

MORTON. R. A.; PAINE. J. G.; GIHEAUT, R. C. Stages and durations of post-storm beach recovery, southeastern Texas coast, U.S.A. Journal of Coastal Research, v.10, n.4, p.884-908, 1994.

OLIVEIRA FILHO, S. R. Morfodinâmica Associada entre Duna, Praia e Zona Submarina como Subsídio a Adequada Ocupação do Espaço Costeiro na Praia do Peró – RJ. 2011. 49 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2011.

OLIVEIRA FILHO, S. R. Impactos Morfológicos Em Praias Oceânicas Associados A Ondas De Tempestade: Exemplo do litoral centro-norte do Estado do Rio de Janeiro. 2016. 149 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016.

PINHO, U. F. Caracterização dos Estados de Mar na Bacia de Campos. 2003. 123 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Oceânica) - Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ), Rio de Janeiro, 2003.

ROBERTS, T. M.; WANG, P.; PULEO, J. A. Storm-driven cyclic beach morphodynamics of a mixed sand and gravel beach along the Mid-Atlantic coast, USA. Marine Geology, v.346, p.403-421, 2013.

SALLENGER, A. H. Storm impact scale for barrier islands. Journal of Coastal Research, v.16, n.3, p.890-895, 2000.

SHORT, A. D. Handbook of beach and shoreface morphodynamics. Chichester: Wiley, 1999, 379 p.

STOCKDON, H. F.; HOLMAN, R. A.; HOWD, P. A.; SALLENGER, A. H. Empirical parameterization of setup, swash, and runup. Coastal Engineering, v.53, n.7, p.573-588, 2006.

WANG, P.; BRIGGS, T. M. R. Storm-Induced morphology changes along barrier islands and poststorm recovery. In: ELLIS, J. T.; SHERMAN, D. J. (EDs). Coastal and marine hazards, risks, and disasters. Elsevier, p.271-306, 2015.

WANG, P.; KIRBY, J. H.; HABER, J. D.; HORWITZ, M. H; KNORR, P. O.; KROCK J. R. Morphological and sedimentological impacts of hurricane ivan and immediate poststorm beach recovery along the northewestern Florida barrier island coasts. Journal of Coastal Research, v.22, n.6, p.1382-1402, 2006.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Dinâmica e Gestão de Zonas Costeiras