Mapeamento geomorfológico preliminar da Ilha Seymour, Antártica

Autores

  • Mariane Paulina Batalha Roque Departamento de Economia Rural/ Universidade Federal de Viçosa
  • Caroline Delpupo Souza Departamento de Economia Rural/ Universidade Federal de Viçosa
  • André Luiz Lopes de Faria Departamento de Solos/ Universidade Federal de Viçosa
  • Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud Schaefer Departamento de Solos/ Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2576

Palavras-chave:

Geomorfologia de áreas periglaciais. Antártica. Geoformas. Mapeamento geomorfológico

Resumo

Esta pesquisa descreve de forma preliminar as principais feições geomorfológicas da Ilha Seymour, Antártica peninsular. Além disso, identifica os principais agentes e processos modeladores da paisagem periglacial da ilha. Foram identificadas doze unidades de relevo. São elas: superfície estrutural de cimeira; superfície estrutural pouco dissecada; superfície estrutural muito dissecada; encosta íngreme; encosta suave associada a processos de solifluxão; planície fluviomarinha; planície de maré; planície fluvioglacial; praias, terraços marinhos e falésias; depósito de tálus; solos com padrões; e lagos. Em Seymour, a relação entre os processos geomorfológicos se mostrou determinada pelas condições climáticas regionais, a ação dos ventos, a influência das oscilações das marés, aos agentes fluviais, a processos de integração e desintegração mecânica das rochas causadas pelo congelamento e descongelamento associados a diferentes variações de temperatura, e, sobretudo ao forte controle geotectônico e geológico sobre a distribuição dos ambientes.

Biografia do Autor

Mariane Paulina Batalha Roque, Departamento de Economia Rural/ Universidade Federal de Viçosa

Departamento de Economia Rural/ Universidade Federal de Viçosa

Caroline Delpupo Souza, Departamento de Economia Rural/ Universidade Federal de Viçosa

de Minas Gerais, Campus Conselheiro Lafaiete

André Luiz Lopes de Faria, Departamento de Solos/ Universidade Federal de Viçosa

Departamento de Solos/ Universidade Federal de Viçosa

 

Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud Schaefer, Departamento de Solos/ Universidade Federal de Viçosa

Departamento de Solos/ Universidade Federal de Viçosa

Referências

AMORIM, R. R. Análise Geoambiental com ênfase aos setores de encosta da área urbana do município de São Vicente-SP. 2007. 194p. (Mestrado em Geografia), Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2007.

BOCKHEIM, J.G.; TARNOCAI, C. Recognition of cryoturbation for classifyingpermafrost-affected soils. Geoderma 81, 281–293 p, 1998.

BREMER, U.F. Solos e geomorfologia da borda leste da península Warszawa, Ilha Rei George, Antártica Marítima. 136 folhas. Tese (Doutorado em Solos e Nutrição de Plantas). Programa de Pós Graduação em Solos e Nutrição de Plantas. Universidade Federal de Viçosa, 2008.

CLARK, C.D. Reconstructing the evolutionary dynamics of former ice sheets using multitemporal evidence, remote sensing and GIS. Quaternary Science Reviews, Oxford, 16, 1067 1092 p, 1997.

GAZDZICKI, A.; TATUR, A.; HARA, U.; Del VALLE, R.A. The Weddell Sea Formation: post−Late Pliocene terrestrial glacial deposits on Seymour Island, Antarctic Peninsula. Polish Polar Research.v. 25, n. 3-4, p.189-204, 2004.

FARIA, A,L.L. Solos, geomorfologia e ambientes na parte meridional da Península de Byers, ilha livingston, Antártica Marítima. Viçosa, 2010. 108 p. Tese (Doutorado em Solos e Nutrição de Plantas) – Programa de Pós Graduação em Solos e Nutrição de Plantas. Universidade Federal de Viçosa, 2010.

FLORENZANO, T.G. Geomorfologia: conceitos e tecnologias atuais. São Paulo: Oficina de Textos, 2009. 320p.

GJORUP, D.F. Solos e Geoambientes da porção norte da ilha Seymour (Marambio), Antartica / Viçosa. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) – Programa de Pós Graduação em Solos e Nutrição de Plantas. Universidade Federal de Viçosa, 2013.

GLASSER, N.F.; JANSSON, K.N.; HARRISON, S.; RIVERA, A. Geomorphological evidence for variations of the North Patagonian Icefield during the Holocene. Geomorphology, 71, p. 263-277, 2005.

GLASSER, N.F.; JANSSON, K.N. Fast-flowing outlet glacier of the Last Glacial Maximum Patagonian Icefield. Quaternary Research, 63, p. 206-211, 2005.

GUSTAVSSON, M.; KOLSTRUP, E.; SEIJMONSBERGEN, A.C. A new symbol-and-GIS based detailed geomorphological mapping system: renewal of a scientific discipline for understanding landscape development. Geomorphology, 77, p. 90-111, 2006.

HUBBARD, B.; GLASSER, N. Field Techniques in Glaciology and Glacial. Geomorphology. Wiley, Chichester UK. 400 p, 2005.

IAC, Instituto Agronômico de Campinas. Mapas Pedológicos do Estado de São Paulo: legenda expandida. Embrapa. Campinas, 1999.

LEE, S.; CHOI, J.; MIN, K. Landslide susceptibility analysis and verification using the Bayesian probability model. Environmental Geology, n. 43, p. 20-131, 2002.

MACIEL, G.C. Zoneamento Geoambiental do município de São Vicente (SP), utilizando o Sistema de Informação Geográfica – SIG. 2001. 150p. (Mestrado em Engenharia Ambiental) Universidade de São Paulo, São Carlos, 2001.

MATSUOKA, N. Solifluction rates, processes and landforms: a global review. Earth-Science Reviews, v. 55, p. 107–134, 2001.

NOZAL, F.; MONTES, M.; SANTILLANA, S.; MARTÍN-SERRANO, A. Unidades del Relieve de la isla Marambio, Antártida. In: VI Argentine and III Latin-American Symposium on Antartic Research. 10 a 14 de setembro de 2007. Dirección Nacional del Antártico/Instituto Antártico Argentino, 2007.

SMITH, M. J.; ROSE, J.; BOOTH, S. Geomorphological mapping of glacial landforms from remotely sensed data: an evaluation of the principal data sources and an assessment of their quality. Geomorphology, 76, 148-165, 2006.

SOUZA, K.K.D.; SCHAEFER.; C.E.G.R.; SIMAS, F.N.B.; SPINOLA, D.N.; PAULA, M.D. Soil formation in Seymour Island, Weddell Sea, Antarctica. Geomorphology 255, 87-99 p, 2014.

SUGUIO, K; MARTIN, L. Mapa geológico: Folha Santos. São Paulo: DAEE/USP/FAPESP. Escala 1:100.000, 1978.

VIEIRA, R.; FURTADO, S. M. A.. Caracterização dos Aspectos Físico-Naturais Intrínsecos da Encosta e Identificação das Áreas Susceptíveis a Deslizamentos na Sub-Bacia do Ribeirão Araranguá –Blumenau/SC. In: Simpósio Brasileiro de Desastres Naturais.1., 2004, Florianópolis. Anais Florianópolis: GEDN/UFSC, p.337-351 p, 2004.

ZINSMEISTER W.J.; VRIES, T. Quaternary glacial marine deposits on Seymour Island. Antarctic Journal of the United States, 18: 64-65 p, 1983.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Sistemas Geomorfológicos: Estrutura, Dinâmicas e Processos