A influência do alinhamento do Paranapanema na configuração do relevo e rede de drenagem na bacia do Ribeirão Faxinal, Itapetininga - SP

Autores

  • Richard Vinícius Siqueira Ribeiro Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades/Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba
  • Emerson Martins Arruda Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades/Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2577

Palavras-chave:

Geomorfologia. Quaternário. Bacia Hidrográfica. Morfometria. Itapetininga

Resumo

O trabalho desenvolveu a caracterização geomorfológica da bacia hidrográfica do Ribeirão Faxinal no município de Itapetininga, a fim de compreender as características do relevo e da rede hidrográfica na área de estudos. O método de sistemas ambientais e a classificação das ordens taxonômicas nortearam a análise dos resultados obtidos e sua integração. Mapeamentos temáticos foram realizados. A aplicação dos parâmetros morfométricos também contribuiu para o entendimento sobre a dinâmica morfoestrutural da região. A bacia hidrográfica como unidade espacial de análise integra os elementos presentes na paisagem, destacando o papel da rede de drenagem na evolução do relevo regional ao longo do Quaternário. Os resultados obtidos demonstram que há uma grande influência da tectônica regional, sobretudo na compartimentação do relevo da área e da configuração da rede de drenagem. Oscilações climáticas ao longo do Quaternário certamente atuaram na esculturação do relevo e na distribuição dos depósitos sedimentares na bacia em questão. 

Biografia do Autor

Richard Vinícius Siqueira Ribeiro, Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades/Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba

Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades/Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba

Emerson Martins Arruda, Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades/Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba

Departamento de Geografia, Turismo e Humanidades/Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba, 

Referências

CHRISTOFOLETTI, Antonio. Geomorfologia Fluvial. São Paulo: Edgard Blucher, 1981

ETCHEBEHERE, M. L.; SAAD, A. R.; FULFARO, V. J. e PERINOTTO, J.A.J .Aplicação do índice "Relação Declividade-Extensão - RDE" na bacia do Rio do Peixe (SP) para detecção de deformações neotectônicas. Geol. USP, Sér. cient. [online]. 2004, vol.4, n.2, pp. 43-56.

ETCHEBEHERE, M. L.; SAAD, A. R; SANTONI, G; CASADO, F.C; FULFARO, V. J. Detecção de prováveis deformações neotectônicas no vale do Rio do Peixe, região ocidental paulista, mediante aplicações de índices RDE (Relação Declividade-Extensão) em segmentos de drenagem. São Paulo, UNESP, geociências, v.25, n.3, p. 271-287, 2006.

FÚLFARO, J.V. Tectônica do alinhamento estrutural do Paranapanema. Boletim IG, USP, V.5 : 129-138, 1974.

GODOY, A. M, HACKSPACHER, P. C., OLIVEIRA, M. A. F. ARAÚJO, L. M. B. Evolução geológica dos Batólitos Granitóides Neoproterozóicos do sudeste do estado de São Paulo. São Paulo, Geociências, V. 29, n. 2, p. 171-185, 2010.

HACK, J.T. Stream-profile analysis and stream-gradient index. U.S. Geol. Survey, Jour. Research, v. 1, n. 4, p.421-429, 1973.

ROSS, J.L.S. Relevo Brasileiro: uma nova proposta de classificação. Revista do Departamento de Geografia, FFLCH/USP. São Paulo, 1985

TRICART, J – Principes et méthodes de la Géomorphologie. Masson et Cie., Éditeurs, Paris, 1965, 496 p.

VERSTAPEEN, H.T.; ZUIDAM, R.A. (ITC) – System of Geomorphological Servey. Manuel ITC, Text Book. Vol 7, Cap. 7, 1975.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Sistemas Geomorfológicos: Estrutura, Dinâmicas e Processos