GEOGRAFIA ESCOLAR: DISCUSSÕES SOBRE A IDENTIDADE DISCIPLINAR E SOBRE A CONDIÇÃO ESPACIAL DA PRÁTICA DOCENTE

  • Hilton Marcos Costa da Silva Júnior
Palavras-chave: mediação didática, espaço escolar, conhecimento escolar.

Resumo

O trabalho em questão é um convite à reflexão que lançamos aos professores de Geografia da Educação no que tange o papel de sua disciplina frente às demais disciplinas escolares. Mais precisamente, construímos o nosso debate do tema considerando a ideia da Geografia como disciplina que investe numa compreensão do espaço geográfico via organização desse espaço e, consequentemente, no reconhecimento, por parte dos alunos, da ideia de que compreender o espaço é se compreender no espaço. Para isso, apropriamo-nos de uma alegoria (um determinado livro didático) e de uma experiência que adveio da elaboração de uma aula a ser construída na 1ª série do Ensino Médio. Adicionamos à discussão às variáveis espaciais da prática docente –a organização espacial da escola-, defendendo a ideia de que o saber docente se constrói e angaria sentido quando ponderamos em nossa discussão o território escolar e as relações que são aí tecidas, dialogando com estudiosos do campo do currículo e, especificamente falando, dos estudiosos que investem na ideia de currículo praticado, para além do currículo prescrito. Contudo, advogamos a pergunta aos professores: como a abordagem geográfica –pensada como organização espacial- está estruturada em sua aula?

Publicado
2019-12-05
Edição
Seção
Fundamentos teórico-metodológicos no Ensino de Geografia