ASPECTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS DO ENSINO DE GEOGRAFIA NO BRASIL

  • Afonso Vieira Ferreira
Palavras-chave: Geografia escolar, Geografia histórica, Ensino.

Resumo

Esse trabalho é uma reflexão teórica de natureza bibliográfica, que busca apresentar os aspectos gerais do ensino de Geografia no Brasil. Cumpre ressaltar, que esse estudo é parte do trabalho de pesquisa de mestrado em Geografia em desenvolvimento na Universidade Federal do Tocantins, dessa forma trata-se de uma análise parcial e em construção. Duas questões são centrais e orientam a presente análise: quais bases teóricas e metodológicas respaldaram a Geografia escolar brasileira no seu transcurso histórico? E, quais os pressupostos teóricometodológicos fundamentam o ensino da Geografia brasileira na atualidade? À vista desses questionamentos, o objetivo deste trabalho é resgatar os fundamentos teórico-metodológicos do ensino de Geografia no Brasil, inserido no percurso histórico da ciência geográfica. Nessa perspectiva apresenta-se no primeiro momento as origens do ensino de Geografia no Brasil, que fundamentado em concepções teóricas da Geografia francesa, à qual se relaciona à Geografia clássica traduz no ensino a tendência a unicidade de concepções metodológicas e a associação a uma ordem vigente. No segundo momento, delineia-se o movimento de renovação da Geografia brasileira e seus desdobramentos para o ensino, a partir do conjunto de transformações políticas, econômicas e sociais as quais o Brasil vivenciou na segunda metade do século XX. Desse conjunto de transformações da ciência geográfica, destacam-se a centralidade da categoria espaço, a pluralidade de proposições teóricas e metodológicas e a adoção de uma postura política ideológica que corroborou para transformações estruturais da sociedade em oposição à unicidade teórico-metodológica e a pretensa neutralidade científica da Geografia tradicional. Como resultado dessas transformações, identifica-se um aumento na quantidade de pesquisas de dissertações e teses que se propuseram a refletir sobre o ensino de Geografia, o que demonstra a importância do movimento de renovação da ciência geográfica no Brasil para a transformação do ensino de Geografia na escola. Dessa forma identificou-se a partir deste estudo, que essas alterações estruturais na ciência geográfica, mundial e brasileira, produziram no contexto escolar um cenário de importantes modificações representadas pela adoção de concepções de ensino associadas ao construtivismo e desse modo esboça-se um cenário de perspectivas plurais e concepções de análises diversas para o ensino de Geografia.

Publicado
2019-12-05
Edição
Seção
Fundamentos teórico-metodológicos no Ensino de Geografia