A ÁFRICA NAS AULAS DE GEOGRAFIA: ROMPENDO REPRESENTAÇÕES DE UMA “HISTÓRIA ÚNICA” EM UMA ESCOLA MUNICIPAL DE DUQUE DE CAXIAS (RJ)

  • Larissa Lima de Souza
Palavras-chave: Continente africano; Desconstrução de estereótipos; Identidade étnico-racial positiva.

Resumo

O presente trabalho busca registrar, publicizar e problematizar uma experiência pedagógica desenvolvida nas aulas de Geografia em uma turma de 90 ano do Ensino Fundamental de uma escola municipal de Duque de Caxias (RJ). Referenciando-se na Lei no 10.639/03, a autora relata uma abordagem pedagógica sobre o continente africano cujo objetivo era romper com a “História Única” atribuída a ele presente em narrativas veiculadas pela mídia e até mesmo pelos livros didáticos de Geografia. Ao longo da atividade em tela, foram utilizadas diferentes linguagens e recursos didáticos. O trabalho também retrata a importância e a urgência das Universidades contemplarem de outro olhar sobre a África na formação inicial e continuada para a conformação de uma Geografia antirracista e para a reeducação das relações étnico-raciais no cotidiano escolar.

Publicado
2019-12-06
Edição
Seção
Multiculturalidade, diferenças e identidades no Ensino de Geografia