A ABORDAGEM DA ÁFRICA NO LIVRO DIDÁTICO DE GEOGRAFIA

  • Ester Cardoso dos Santos
  • Israel Esteban Muñoz da Costa
  • Carlos Alberto Oliveira Batista Júnior
Palavras-chave: ERER; África; livro didático.

Resumo

Este artigo objetiva identificar as diferentes abordagens de questões etnicorracias, principalmente, sobre assuntos referentes ao continente africano, nos livros didáticos de geografia do nível fundamental, sendo estes um importante instrumento no processo de ensino e aprendizagem, responsável pela difusão de ideias e pensamentos. Os livros utilizados foram do 8° e 9° ano de coleções distintas e a análise se encaminhou a partir dos eixos: A representação da África no que se refere sua importância para o mundo; a abordagem da África inserida nas relações etnicorraciais de acordo com a Lei 10.639/2003. Entende-se a geografia escolar com um grande potencial para tratar de forma mais positiva aspectos da história da África, contrariando uma propagação da construção historiográfica do continente baseada em uma visão de inferiorização do mesmo. Além disso, o artigo demonstra por meio do referencial teórico as discussões feitas por diferentes autores sobre a temática, confirmando os grandes equívocos que são propagados até hoje sobre as culturas afrodescendentes, mesmo com 15 anos da implementação da lei 10.639/03 que torna obrigatório o ensino da história da África e cultura afro-brasileira no currículo nacional. A partir da implementação da lei, a abordagem da história e cultura afro-brasileira é mais frequente nos conteúdos geográficos representados no livro didático, entretanto, observa-se que ainda há um longo caminho a percorrer para que a lei se efetive de fato no ambiente escolar, pois as representações da África ainda estão muito atreladas a uma visão negativa. Sendo um dos requisitos da lei representações positivas no que se refere à história dos afrodescendentes. Além disso, nota-se que assuntos como preconceito e discriminação racial ainda são pouco citados nos livros. A maior visibilidade desses temas possibilitaria a contribuição de uma sociedade mais justa e igualitária que é um dos objetivos da lei 10.639/03.

Publicado
2019-12-06
Edição
Seção
Multiculturalidade, diferenças e identidades no Ensino de Geografia