ENSINO DO CICLO DAS ROCHAS A PARTIR DOS CONCEITOS DA TRADIÇÃO YORUBÁ

  • Henrique Pereira Almeida dos Santos
  • Ana Beatriz Santos
  • Lucas da Silva Isidorio
Palavras-chave: Educação, Geografia, Yorubá.

Resumo

O presente trabalho busca apresentar uma nova forma de ensinar geografia e produzir ciência, numa perspectiva baseada nos conhecimentos tradicionais africanos. E, para além, poder contribuir academicamente no ensino da geografia da África, tendo em vista a lei 10.639 do ano de 2003, que torna o ensino da história, cultura e perspectivas afro-brasileiras e africanas como obrigatórias em todas as escolas e disciplinas. Partindo desse conjunto de motivações, o trabalho busca relacionar a perspectiva afro, partindo especificamente da tradição yorubá e a correlacionando, de forma análoga, com o conteúdo de ensino das geociências, mais especificamente, o ciclo das rochas. Essa relação seria estabelecida por meio de conceitos e palavras da tradição que se equivalem analogicamente com o ciclo rochoso, permitindo, dessa forma, a construção de uma história linear das formações dos variados tipos de rochas e da formação e papéis de figuras da tradição yorubá.

Publicado
2019-12-06
Edição
Seção
Multiculturalidade, diferenças e identidades no Ensino de Geografia