REVISTA DO ENSINO DA PARAÍBA (1932 -1934): O ENSINO ATIVO NA GEOGRAFIA ESCOLAR A PARTIR DA ABORDAGEM DE UM CENTRO DE INTERESSE

  • Angélica Mara de Lima Dias
  • Maria Adailza Martins de Albuquerque
Palavras-chave: Impressos pedagógicos, Renovação educacional, Geografia escolar.

Resumo

A Revista do Ensino da Paraíba foi um órgão oficial da imprensa educacional do estado que circulou entre os anos de 1932 a 1942. Em nossa pesquisa este período de circulação foi dividido em duas fases: a primeira de 1932-1934, marcada pelo movimento de renovação educacional (inspirado nas ideias da Escola Nova), e a segunda de 1936 – 1942, marcada, com maior ênfase, pela política nacionalista empreendida pelo governo de Getúlio Vargas. Neste trabalho temos por objetivo analisar as propostas didáticas difundidas na Revista do Ensino da Paraíba destinadas a disciplina Geografia durante sua a primeira fase de circulação. Para analisar esse impresso pedagógico local, recorremos a André Chervel (1990) sobre a importância de pesquisas que prezem pelo estudo das disciplinas escolares e pela cultura escolar. Além deste autor, outros como Catani (1996); Albuquerque (2011) e Le Goff (2003) nos deram embasamento teórico sobre a temática tratada. Como procedimentos metodológicos, nos debruçamos na catalogação, análise e sistematização das informações colhidas a partir das fontes, ou seja, dos exemplares da referida Revista, e mais especificamente tratamos de 1 plano de aula intitulado Centro de Interesse. Como resultados, nossa pesquisa mostra quão férteis são os impressos pedagógicos para a compreensão para da Geografia escolar no contexto educacional em que estão inseridas essas publicações, constituindo-se fontes privilegiadas para o campo.

Publicado
2019-12-09
Edição
Seção
História da Geografia Escolar: conteúdos, recursos didáticos e ideologias