GEOGRAFIA ESCOLAR CEARENSE: ENTRE O SABER, O CONHECIMENTO CIENTÍFICO E A DOCÊNCIA

  • Eluziane Gonzaga Mendes
Palavras-chave: Geografia científica, Intelectuais da Educação, Geografia Escolar

Resumo

A Geografia escolar cearense apresenta longa trajetória, com origens no saber e conhecimento científico, produzido pelos intelectuais do Instituto Histórico, Geográfico e Antropológico do Ceará e posteriormente, pelo desenvolvimento dos currículos escolares e a institucionalização da instrução pública. Essa pesquisa foi desenvolvida no Doutorado em Educação (UFC). Teve por período histórico inicial o ano de 1887, momento da instalação do Instituto do Ceará, onde se buscou a origem do saber científico, delimitando-se com o surgimento do primeiro curso superior de formação de professores, datado de 1947, resultando na produção do saber docente. Das evidências periféricas da historiografia cearense foram sendo reconstruídas a estrutura e dinâmica da formação do saber geográfico local. O trabalho de investigação baseou-se, em registros de arquivos públicos e privados, documentos oficiais, bibliotecas, obras raras, leituras de dissertações e teses e, sobretudo, das Revistas do Instituto Histórico, Geográfico e Antropológico do Ceará, permitindo acesso aos escritos que compunham o passado da Geografia. Tecer a trajetória do saber geográfico no Ceará foi uma oportunidade de desvelamento dessa ciência, bem como enfatizar sua importância científica na História da educação brasileira

Publicado
2019-12-09
Edição
Seção
História da Geografia Escolar: conteúdos, recursos didáticos e ideologias