PRODUÇÃO DE UM GLOBO TERRESTRE E UM PLANISFÉRIO: UM BALÃO DE FESTA COMO RECURSO DIDÁTICO NA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA

  • Luana Rampinelli Quaresma
  • Victor Ventura da Luz
Palavras-chave: Forma da Terra, Projeção Cartográfica, Cartografia Escolar

Resumo

Uma das perguntas que escutamos na sala de aula é: Se a Terra é esférica, como se tornou plana, desenhada em um mapa? Na Educação Geográfica, um dos aliados para compreensão da relação da sociedade com a natureza é através da representação espacial dos dados e fenômenos geográficos. Porém, há pesquisas que relatam sobre a dificuldade de professores em ensinar Cartografia, na qual uma das dificuldades está em não saber como levar o conhecimento aprendido na educação superior para a educação básica, de forma que os estudantes possam compreender os temas da Geografia transformados em ponto, linha e área, ora em desenhos, cores, tonalidades, etc. Neste sentido, apresentamos neste artigo uma prática didática lúdica e divertida de como transformar um balão de festa com papel machê, em um globo terrestre com formato esférico e posteriormente em um planisfério. Esse artigo demonstra uma prática que pode ser realizada na sala de aula, com a construção do recurso pelos próprios alunos, utilizando materiais de baixo custo, despertando a curiosidade, criatividade e otimizando o aprendizado para melhor compreender os temas geográficos trabalhados numa esfera e depois planificados, com apoio de vários mapas do Atlas Geográfico.

Publicado
2019-12-09
Edição
Seção
Linguagens cartográficas no Ensino de Geografia