A LINGUAGEM CARTOGRÁFICA E A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE DA AULA EXPOSITIVA DE GEOGRAFIA

  • Lidiane Bezerra Oliveira
Palavras-chave: Aula expositiva; Linguagem Cartográfica; Pensamento Geográfico.

Resumo

Considerando que ainda é possível perceber que na escola muitos alunos (talvez até professores) não conseguem reconhecer e identificar o que vem a ser de fato uma aula de Geografia, confundindo, muitas vezes, com outras ciências, busca-se investigar se as aulas expositivas de Geografia ministradas pelos professores na educação básica constituem-se de fato geográficas, possibilitando uma efetiva aprendizagem geográfica? Objetivando-se de forma geral compreender quais são os elementos e contextos que constituem e identificam uma aula expositiva de Geografia no Ensino Médio na perspectiva da construção do pensamento geográfico. De forma específica busca-se compreender o que constitui a identidade da Geografia enquanto ciência disciplinar na educação básica; identificar e analisar como a linguagem cartográfica é utilizada nas aulas de Geografia do Ensino Médio, tendo a perspectiva de compreender se ela é mediadora para a constituição do pensamento espacial e desenvolvimento do pensamento geográfico. Para a realização da pesquisa foi realizada inicialmente pesquisa bibliográfica e em seguida a pesquisa de campo, a qual ocorreu através da seleção dos sujeitos a serem pesquisados, a técnica utilizada foi a observação das aulas que ocorreu acompanhada de um roteiro de observação semiestruturado e, por fim, realizou-se a análise e interpretação dos dados coletados. Percebeu-se que é necessário haver uma ressignificação da identidade da aula expositiva de Geografia, considerando a presença dos elementos que encaminhem para o desenvolvimento do pensamento geográfico. Observou-se ainda que a presença da linguagem cartográfica deve ser mais bem utilizada, no que se refere a leitura e interpretação da simbologia e seus significados aliados aos conhecimentos geográficos. Por fim, evidencia-se a relevância da continuidade da presente pesquisa objetivando definir quais elementos constituem a identidade da aula expositiva de geografia, considerando que a presença da linguagem cartográfica aliada ao discurso geográfico possa contribuir nesse processo alcançando ao final o pensamento geográfico, o qual poderá tornar o aluno mais consciente na leitura de mundo em seu cotidiano.

Publicado
2019-12-09
Edição
Seção
Linguagens cartográficas no Ensino de Geografia