A CARTOGRAFIA SOCIAL E OS PCT’S NA ESCOLA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DAS COMUNIDADES CAIÇARAS DO POUSO DA CAJAÍBA E DA PRAIA DO SONO (PARATY - RJ)

  • Matheus Gouveia
Palavras-chave: Cartografia Social; Guia Turístico Escolar; Comunidades Tradicionais

Resumo

Este artigo tem como objetivo relatar e analisar a experiência cartográfica vivenciada pelas escolas das comunidades caiçaras da Praia do Sono e do Pouso da Cajaíba, ambas localizadas na Baía da Ilha Grande, Rio do Janeiro. Essas experiências cartográficas surgiram a partir do envolvimento da Cartografia Social como parte de um projeto pedagógico das escolas intitulado “Guia Turístico”. A partir de uma abordagem decolonial este texto visa contribuir com o debate em torno das representações espaciais e suas implicações sócio-territoriais, discutindo sobretudo as etapas de produção, uso e interpretação de mapas, desde a escola e dos seus sujeitos. Tenta-se explicitar a proveitosa aproximação entre o cotidiano das comunidades e os processos de produção de representações espaciais através da escola.

Publicado
2019-12-09
Edição
Seção
Linguagens cartográficas no Ensino de Geografia