PAISAGEM E ENSINO DE GEOGRAFIA: POSSÍVEIS CAMINHOS PARA A REFORMA DO PENSAMENTO

  • Christiano Corrêa Teixeira
  • Lânderson Antória Barros
Palavras-chave: Paisagem, Complexidade, Ensino de geografia

Resumo

A prática educativa ancora-se na ideia de condição humana proposta por Edgar Morin. Por meio do estudo e reflexão sobre a paisagem, com um grupo de vinte e oito alunos do oitavo ano do Ensino Fundamental, propõe desenvolver com os alunos, à luz do Paradigma da Complexidade, a noção de unicidade entre sujeito-planeta-sociedade. Para tanto, foi desenvolvida uma atividade utilizando-se de fotografias e interpretação/leitura da paisagem retratada. A análise se baseia nos relatos produzidos pelos alunos das fotografias dos colegas, onde selecionamos algumas palavras que se destacaram, tanto em termos de ocorrência como pela sua significância. Em nossa leitura a paisagem como expressão da espacialidade, se mostra um instrumento que possibilita tecituras entre as abordagens para a construção de uma noção de condição humana e a valorização da Geografia.

Publicado
2019-12-10
Edição
Seção
Múltiplas linguagens no Ensino de Geografia